PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Brasil tem primeiros 2 casos positivos da variante Ômicron, diz Anvisa

30/11/2021 18h23

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira que um brasileiro que retornou recentemente da África do Sul e a esposa apresentaram, preliminarmente, resultado laboratorial positivo para a nova variante Ômicron do coronavírus.

Segundo a agência, as amostras serão enviadas para análise laboratorial confirmatória pelo Instituto Adolfo Lutz, após testagem inicial realizada pelo laboratório Albert Einstein com resultado positivo para a variante identificada originalmente no sul da África.

De acordo com os protocolos nacionais, o material deve ser enviado ao Instituto Adolfo Lutz para fins de confirmação do sequenciamento genético.

"A Anvisa também oficiou o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde estadual e municipal de São Paulo sobre o evento em saúde identificado na data de hoje para adoção das medidas de saúde pública pertinentes", disse a Anvisa.

As duas pessoas são um passageiro brasileiro vindo da África do Sul que desembarcou em Guarulhos (SP) no dia 23 e sua esposa. O casal realizou teste de PCR no aeroporto com o objetivo de viajar ao país africano quando foi diagnosticado com Covid, informou a Anvisa.

"A agência ressalta que a entrada do passageiro no Brasil ocorreu no dia 23 de novembro, ou seja, antes da notificação mundial sobre a identificação da nova variante, que foi relatada pela primeira vez à Organização Mundial de Saúde (OMS) pela África do Sul no dia 24 de novembro", disse a Anvisa, lembrando, ainda, que o ingresso também foi anterior à edição de uma portaria que proibiu voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela África do Sul e outros países do sul do continente africano.

A descoberta da Ômicron tem causado alarme global, levando diversos países a limitarem viagens do sul da África por medo de que ela se dissemine rapidamente mesmo em populações vacinadas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que ela representa um risco global "muito alto" de surtos de infecções.

Um outro brasileiro com passagem pela África do Sul, que desembarcou em Guarulhos no dia 27, também testou positivo para Covid-19 e aguarda o resultado do sequenciamento de sua amostra para saber se contraiu a variante Ômicron. O paciente foi colocado em isolamento e cumpre quarentena residencial.