PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Minério de ferro cai com fraqueza no setor siderúrgico da China

03/12/2021 08h15

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China caíram nesta sexta-feira, chegando a despencar mais de 5% durante a sessão, conforme a produção nas siderúrgicas continua lenta em meio às restrições do governo.

As taxas de utilização de capacidade dos altos-fornos de 247 siderúrgicas em toda a China caíram pela sétima semana consecutiva e ficaram em 74,8% na sexta-feira, ante 75,2% na semana anterior, de acordo com a consultoria Mysteel.

Os futuros do minério de ferro de referência na Bolsa de Commodities de Dalian, para entrega em maio, despencaram até 5,5%, mas fecharam em queda de 2,1%, para 613 iuanes (96,23 dólares) por tonelada. Na semana, porém, o minério de ferro saltou 6,4%.

Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor de ferro para entrega na China ficaram estáveis em 104,5 dólares a tonelada, nesta sexta-feira, mostraram dados compilados pela consultoria SteelHome.

Os preços de outros ingredientes siderúrgicos recuperaram as perdas iniciais, depois que a mídia Caixin informou que o planejador estatal da China considera aumentar os preços de referência do carvão para contratos de longo prazo de 535 iuanes para 700 iuanes por tonelada em 2022.

Os futuros de carvão metalúrgico subiram 1%, para 1.986 iuanes por tonelada, após caírem mais de 6,5% antes.

Os preços do coque saltaram 2,3%, para 2.847 iuanes por tonelada.

Os preços do aço na Bolsa de Futuros de Xangai foram mistos. O vergalhão para construção subiu 2,1%, para 4.384 iuans por tonelada, e as bobinas laminadas a quente avançaram 1,6%, para 4.769 iuanes por tonelada.

Os futuros do aço inoxidável na bolsa de Xangai, para entrega em janeiro, caíram 0,7%, para 16.860 iuanes por tonelada.

"O impacto das mudanças no lado da oferta sobre os preços dos produtos de aço está enfraquecendo", escreveu a SinoSteel Futures em uma nota, referindo-se aos controles de produção durante o inverno.

No entanto, com o mercado imobiliário permanecendo fraco, os preços do aço não devem subir significativamente, disse a SinoSteel Futures.

(Reportagem de Min Zhang em Pequim e Enrico Dela Cruz em Manila)