PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Otan: Polônia diz que ajudará Suécia e Finlândia se houver ataque antes da adesão

O primeiro-ministro da Polônia Mateusz Morawiecki - REUTERS/Kuba Stezycki
O primeiro-ministro da Polônia Mateusz Morawiecki Imagem: REUTERS/Kuba Stezycki

Pawel Florkiewicz e Anna Wlodarczak-Semczuk

Reuters, Varsóvia

19/05/2022 10h05

A Polônia ajudará a Suécia e a Finlândia, caso sejam atacadas antes de se tornarem integrantes da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), disse o primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, hoje.

"Considero a adesão da Suécia e da Finlândia à Otan como um sinal importante de fortalecimento da segurança na Europa", disse ele durante uma conferência.

"Quero deixar claro que, no caso de um ataque à Suécia ou à Finlândia durante sua adesão, a Polônia virá em seu auxílio."

Finlândia e Suécia se inscreveram formalmente para ingressar na Otan na quarta-feira, uma decisão estimulada pela invasão da Ucrânia pela Rússia e iniciando um processo de adesão que deve levar apenas algumas semanas.

Internacional