PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Delegação russa da OSCE teve vistos negados pelo Reino Unido devido a sanções

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson é um dos principais críticos de Putin na Europa - REUTERS/Hannah McKay
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson é um dos principais críticos de Putin na Europa Imagem: REUTERS/Hannah McKay

22/06/2022 13h17

Membros da delegação russa à Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) tiveram seus vistos negados para participar de uma sessão no Reino Unido no próximo mês.

Um importante parlamentar russo disse nesta quarta-feira que membros da delegação da Rússia não conseguiram vistos britânicos e não poderão viajar para a assembleia parlamentar anual da OSCE em Birmingham em julho.

A embaixada britânica em Moscou disse que a delegação da Rússia à OSCE foi impedida de entrar no Reino Unido sob sanções impostas por Londres em resposta à invasão da Ucrânia pela Rússia.

"Todos os membros da delegação russa estão sob sanções no Reino Unido por seu papel em desestabilizar a Ucrânia e minar a integridade territorial, soberania ou independência da Ucrânia", disse a embaixada na quarta-feira em um comunicado publicado no aplicativo de mensagens Telegram.

"Essas sanções os proíbem, entre outras coisas, de viajar para o Reino Unido."

A OSCE é um órgão multinacional da era da Guerra Fria, projetado para prevenir e monitorar conflitos na Europa. A reunião anual de sua assembléia parlamentar acontecerá na cidade inglesa de Birmingham de 2 a 6 de julho.

O Ministério do Interior britânico disse anteriormente que estava priorizando pedidos de visto de ucranianos e que "não havia restrições ou limitações para cidadãos russos trabalharem no Reino Unido com vistos de trabalho de longo prazo".

Internacional