Antes de convenção republicana, Trump chama Milwaukee de "cidade horrível"

WASHINGTON (Reuters) - O ex-presidente norte-americano Donald Trump chamou Milwaukee nesta quinta-feira de “cidade horrível”, em encontro fechado com parlamentares republicanos, um mês antes de ele aceitar sua nomeação como candidato do partido à Presidência na cidade, de acordo com notícias da mídia.    “Milwaukee, onde teremos nossa convenção, é uma cidade horrível”, disse Trump de acordo com o Punchbowl News, sem citar uma fonte. A CNN também informou que o ex-presidente chamou a cidade de “horrível”, citando uma fonte que não quis ser identificada.    Milwaukee sediará a Convenção Nacional Republicana entre 15 e 18 de julho. Trata-se da maior cidade do Wisconsin, um dos poucos Estados cruciais que devem decidir quem será eleito presidente no dia 5 de novembro, na disputa entre Trump e o atual presidente, o democrata Joe Biden.    A cidade, que é bastante democrata, é alvo frequente de ataques dos republicanos. A campanha de Biden foi rápida em criticar os comentários do rival.    “Se Donald Trump pensa que Milwaukee é tão horrível, não deveria nem vir à nossa cidade”, afirmou o gerente de campanha de Biden no Wisconsin, Garren Randolph.    Porta-voz da campanha de Trump, Steven Cheung afirmou nas redes sociais que os comentários do candidato foram descritos de forma imprecisa: “Ele estava falando sobre quão terrível o crime e a fraude eleitoral são”.    No mês passado, Trump repetiu suas acusações sem provas de que venceu no Wisconsin em 2020, embora os resultados oficiais atestem que ele perdeu por 21 mil votos para Biden, e uma revisão independente não tenha encontrado evidência alguma de fraude.    (Reportagem de Andy Sullivan e David Morgan, reportagem adicional de Jarrett Renshaw)