Não é alucinação: há um candidato IA na cédula eleitoral do Reino Unido

Por Muvija M e Stuart McDill

BRIGHTON, Inglaterra (Reuters) - Quando os eleitores forem às urnas em uma cidade inglesa no próximo mês, terão a chance de eleger o que está sendo considerado o primeiro parlamentar de inteligência artificial do mundo.

O empresário Steve Endacott está entre centenas de candidatos disputando assentos no parlamento na eleição nacional do Reino Unido marcada para 4 de julho -- mas, ao contrário dos outros, o rosto do seu panfleto de campanha não é o do homem de 59 anos, mas de um avatar gerado por inteligência artificial.

“Estamos lançando um partido, vamos recrutar mais candidatos de IA ao redor do país depois da eleição e vemos isto como o lançamento, parte de algo maior e algo democrático”, disse à Reuters.

Endacott, cuja empresa Neural Voice alimenta seu alter ego de inteligência artificial, disse que sua frustração com “a política padrão” o motivou a decidir concorrer como candidato independente pelo distrito de Brighton Pavilion na cidade litorânea no sul.

“AI Steve” -- o nome que aparecerá nas cédulas -- relaciona-se em tempo real com os moradores locais em questões que vão de direitos LGBT e moradia à coleta de lixo e imigração. Então, apresenta ideias de políticas antes de pedir suas sugestões.

“Estamos usando IA em tantas (áreas), no trabalho, nas interações sociais, por que não a colocamos na política?”, disse a assistente social Eona Johnson, 23, após encontrar “AI Steve” perto do famoso píer de Brighton. “Pode mudar a maneira como vivemos”.

Questionada sobre AI Steve, a Comissão Eleitoral, órgão supervisor das eleições, disse que, se ele vencer, Endacott será membro do parlamento, e não uma versão sua de inteligência artificial.

(Reportagem de Muvija M e Stuart McDill)

Deixe seu comentário

Só para assinantes