Itália recupera mais 14 corpos após naufrágio de navio de imigrantes

ROMA (Reuters) - A guarda costeira italiana recuperou nesta sexta-feira mais 14 corpos do naufrágio de um barco que carregava imigrantes na região da Calábria, no sul do país, que causou pelo menos 34 mortes, informou um comunicado da força.    O naufrágio ocorreu cerca de 200 quilômetros a leste da Calábria, na ponta da bota da Itália, quando o barco que presumidamente saiu da Turquia, pegou fogo e virou, disseram agências de caridade na segunda-feira.    "Hoje, 14 corpos foram recuperados pelas embarcações Dattilo e Corsi, da guarda costeira. Um total de 34 corpos foram recuperados" desde que as operações começaram, informou comunicado da guarda costeira.    Após o naufrágio, agências afirmaram que a guarda costeira resgatou 11 pessoas no local e recuperou o corpo de uma mulher, porém mais de 60 pessoas ainda estavam desaparecidas, o que significa que mais pessoas ainda podem estar no mar.

De acordo com dados da ONU, mais de 23.500 migrantes morreram ou desapareceram nas águas do Mediterrâneo central desde 2014.

A guarda costeira disse que aeronaves fornecidas pela Itália e pela agência de fronteiras da União Europeia, Frontex,  estão ajudando nas operações de busca.

(Reportagem de Angelo Amante)

Deixe seu comentário

Só para assinantes