Topo

Data e local para encontro com líder norte-coreano já estão decididos, diz Trump

04/05/2018 12h27

O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou nesta sexta-feira (4) que o local e a data de sua cúpula com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, foram acertados e serão anunciados em breve.

"Agora temos uma data. E temos um local. Vamos anunciá-los em breve", disse o presidente antes de deixar a Casa Branca para uma visita ao Texas.

Na segunda-feira, Donald Trump disse que a Zona Desmilitarizada na fronteira entre as duas Coreias poderia ser um local para seu encontro com Kim, mencionando também Cingapura entre as possibilidades.

O líder americano também reagiu nesta sexta-feira a uma matéria do jornal "The New York Times", indicando que ele havia pedido ao Pentágono que preparasse opções para reduzir o número de soldados americanos presentes na Coreia do Sul.

Rápidos progressos

Essa opção "não está em negociação", negou Trump, ressaltando, porém, que gostaria de "economizar dinheiro" a longo prazo. "As coisas estão indo muito bem sobre a questão dos reféns", completou o republicano, referindo-se aos três cidadãos americanos detidos pela Coreia do Norte.

Depois de anos de crescente tensão sobre os programas nuclear e balístico da Coreia do Norte, a península tem vivido uma distensão notável desde o início do ano, ilustrada pela recente cúpula entre os líderes do Norte e do Sul, na fronteira entre os dois países.

Leitura de lábios

Durante o histórico encontro entre o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong Un, na última sexta-feira (27), eles tiveram meia hora de conversa informal, com registro apenas de imagens.

A TV japonesa NTV contratou um especialista sul-coreano em leitura de lábios para decifrar o conteúdo da conversa entre Moon e Kim enquanto eles caminhavam por uma ponte. O apresentador do programa Sukkiri, do canal nipônico, explicou no ar que era difícil entender tudo o que falaram, mas que entre as palavras reconhecidas estavam: “armas nucleares”, “Trump”, “Estados Unidos” e “Nações Unidas”.