Reality show francês é cancelado após denúncia de abuso sexual

O reality show da televisão francesa Koh-Lanta teve sua próxima edição anulada por causa de uma denúncia de tentativa de estupro ocorrida com uma das participantes.

A Adventure Line Productions (ALP), responsável pela produção do programa, divulgou nesta sexta-feira (11) uma nota de imprensa onde comunica o incidente. "Na noite do 4° ao 5° dia de gravação, uma das participantes revelou ter sofrido um abuso sexual. Os fatos são contestados pelo acusado", diz o comunicado.

"Nós não somos juízes, nem procuradores, e respeitamos a palavra de um como a presunção de inocência do outro, razão pela qual não faremos nenhum comentário sobre o caso", continua o texto. "Enquanto produtores, nós temos o deve de constatar as consequências dessa situação. Koh-Lanta é um jogo para a família. Nós estimamos com a equipe que as condições de realização da nova edição não eram favoráveis".

Um dos advogados da empresa afirmou que, ainda que o fato tenha ocorrido numa ilha fora da França, a justiça francesa se ocuparia do caso. Essa é a segunda vez que o programa é interrompido – em 2013, um candidato teve uma parada cardíaca e faleceu no primeiro dia de gravação no Camboja.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos