PUBLICIDADE
Topo

Brasil sofre e só vence Costa Rica com gols na prorrogação

22/06/2018 11h31

Irreconhecível no primeiro tempo e desperdiçando muitos gols na etapa final, a seleção brasileira só chegou à esperada vitória na segunda partida da Copa nesta sexta-feira (22), na Zenit Arena de São Petersburgo, nos acréscimos da partida, com Coutinho e Neymar. Com o resultado, a seleção assume provisoriamente a liderança do grupo E.

Do enviado especial a São Petersburgo

 

A seleção brasileira contava com um jogo difícil contra a Costa Rica, que veio para o gramado com um forte esquema defensivo e apostando nos contra-ataques. Em um deles quase chegou ao gol pela direita, aos 15 minutos, mas Borges chutou para fora. Foi a oportunidade mais clara de gol na etapa inicial. Fechada na defesa, a Costa Rica anulou as principais opções de ataque do Brasil.

Neymar, bem marcado, pouco criou e as variações de jogadas pela direita com William também não se concretizavam. O Brasil tentou até com chutes de fora da área, com Coutinho e com Marcelo, mas sem sucesso.

Com Douglas Costa no lugar de William, a seleção voltou para o segundo tempo mais ofensiva e foi para o ataque. Foram poucas as oportunidades criadas, e todas elas desperdiçadas, seja pela falta de finalização ou defesas do goleiro costa-riquenho. Neymar desperdiçou uma das principais chances no tempo regulamentar ao ficar de frente com Navas, mas bateu para fora.

Para pressionar e tentar furar o forte bloqueio defensivo, Tite tirou Paulinho para a entrada de mais um atacante, Roberto Firmino. Mais preocupada em não tomar gols, a Costa Rica pouco arriscou no ataque e parou nas boas atuações de Thiago Silva e Miranda.

Philippe Coutinho abre placar

Com seis minutos de prorrogação, o Brasil foi todo para o ataque e no primeiro minuto, Philippe Coutinho aproveitou uma bola de dentro da área e abriu o placar para o Brasil. Atrás no placar, a Costa Rica tentou o tudo ou nada e no contra-ataque, a seleção ampliou com Neymar, completando uma jogada pela direita nos segundos finais.

Com quatro pontos, a seleção depende apenas de si para avançar à próxima fase e terá seu último jogo contra a Sérvia, no dia 27, em Moscou. A Costa Rica, com duas derrotas, foi eliminada do Mundial.

Esta foi a terceira vitoria do Brasil contra a Costa Rica em Copas do Mundo. Em 1990, o Brasil venceu por 1 a 0 e, em 2002, a seleção passou pelos costa-riquenhos por 5 a 2.