Topo

RFI redescobre valsa esquecida de Santos Dumont

03/12/2018 09h27

O podcast da RFI "A história do Brasil nas ruas de Paris" chega nesta segunda-feira (2) ao seu décimo-segundo capítulo, revelando aos ouvintes uma valsa composta em homenagem a Alberto Santos Dumont. Pela primeira vez na internet, você vai poder escutar a Valse Santos, composta por Henry Deutsch de la Meurthe em 1901.

O podcast da RFI “A história do Brasil nas ruas de Paris” chega nesta segunda-feira (2) ao seu décimo-segundo capítulo, revelando aos ouvintes uma valsa composta em homenagem a Alberto Santos Dumont. Pela primeira vez na internet, você vai poder escutar a Valse Santos, composta por Henry Deutsch de la Meurthe em 1901.

No ano de 1900 muitas pessoas já voavam em Paris. Voavam em balões de hidrogênio, que ascendiam com facilidade, sem que os tripulantes pudessem saber onde aterrissariam. Este era o grande problema do balonismo quando ninguém sabia construir um balão dirigível, isto é, um aparelho que pudesse ser navegado pelos ares como um navio pelos mares.

O prêmio Deutsch de la Meurthe

A evolução dos dirigíveis ganhou um impulso considerável graças à iniciativa do milionário francês Henry Deutsch de la Meurthe. Membro do Aeroclube da França, De la Meurthe era proprietário da Júpiter Petróleo, empresa que um dia seria incorporada pela Shell. Como empresário do setor energético, De la Meurthe tinha muito interesse no desenvolvimento do transporte aéreo, equipado com motores a gasolina, que disputavam espaço com os motores elétricos na nascente indústria automobilística.

Por isso, o empresário lançou um prêmio de 100 mil francos (uma fortuna na época!) para o primeiro inventor que conseguisse construir um balão realmente dirigível. Para comprová-lo, o piloto teria que decolar da sede do aeroclube, voar até a Torre Eiffel, contorná-la e voltar ao ponto de partida, num percurso total de doze quilômetros, com um limite de tempo de 30 minutos.

O pai dos dirigíveis

No dia 19 de outubro de 1901, o inventor e balonista brasileiro Alberto Santos Dumont, que já morava em Paris havia quase dez anos, assombrou os franceses. A bordo do seu dirgível Número 6, Santos Dumont circunavegou a Torre Eiffel, vencendo o desafio proposto por Henry Deutsch de la Meurthe.

Naquele momento, Santos Dumont se tornou o brasileiro mais famoso do mundo, graças à repercussão do seu feito na imprensa internacional. Para comemorar a conquista do prêmio, o Aeroclube da França organizou um jantar com a presença de 120 sócios, incluindo Gustave Eiffel e Henry Deutch de la Meurthe, o patrocinador do evento que, ali, revelou aos confrades uma faceta pouco conhecida: era também compositor. Para saudar a conquista de Santos Dumont, De la Meurthe apresentou ao piano a Valse Santos, de sua autoria.

“Eu menciono a valsa no meu livro, mas, na verdade, nunca pensei em ouvi-la”, conta Maurício Torres Assumpção, autor do livro A história do Brasil nas ruas de Paris, adaptada em versão podcast para RFI. “Eu achava, realmente, que a valsa havia se perdido no tempo. Mas, agora, quando começamos a produzir o podcast da RFI, o Pierre Zanutto, nosso diretor técnico, pediu-me elementos sonoros para que pudéssemos ilustrar o jantar em homenagem a Santos Dumont. Foi nessa pesquisa que eu encontrei as partituras da valsa no site do Smithsonian Institute, a biblioteca nacional dos Estados Unidos”.

Dando vida à valsa esquecida

Encontrada a partitura, Zanutto pediu à sua mulher, a pianista Myriam Zanutto, que executasse a valsa no piano.

“Eu fiquei emocionada quando eu recebi a partitura’, diz Myriam Zanutto. “Porque eu sabia o quanto de energia, trabalho e dedicação a RFI estava investindo na produção do podcast. É uma valsa muito singela, muito bonita, uma peça típica da Belle Époque”.

Agora, em primeira mão, você poderá escutar a Valse Santos, composta por Henry Deutsch de la Meurthe em 1901. Uma homenagem a Santos Dumont, que circunavegara a Torre Eiffel, comprovando a dirigibilidade do seu balão. O homem podia, finalmente, navegar pelos ares!

Clique abaixo para ouvir a Valse Santos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber