PUBLICIDADE
Topo

Mourão confirma visita de opositor venezuelano Juan Guaidó ao Brasil

27/02/2019 16h01

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, presidente autoproclamado reconhecido por cerca de 50 países, chega nesta quarta-feira (27) ao Brasil e será recebido na quinta-feira (28), em Brasília, pelo presidente brasileiro Jair Bolsonaro. As informações são de fontes do governo brasileiro e da equipe de Guaidó e foram confirmadas pelo vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão.

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, presidente autoproclamado reconhecido por cerca de 50 países, chega nesta quarta-feira (27) ao Brasil e será recebido na quinta-feira (28), em Brasília, pelo presidente brasileiro Jair Bolsonaro. As informações são de fontes do governo brasileiro e da equipe de Guaidó e foram confirmadas pelo vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão.

Guaidó, cuja saída da Venezuela havia sido proibida pelo governo de Nicolás Maduro, chegou à Colômbia na última sexta-feira (22) para participar de uma operação de envio de ajuda humanitária e para participar de uma reunião do Grupo de Lima nesta segunda-feira (25) em Bogotá, onde discutiram a situação de seu país.

Uma fonte venezuelana revelou que Guaidó ainda não decidiu se visitará a fronteira terrestre entre Brasil e Venezuela, que no último final de semana registrou momentos de tensão no âmbito da operação humanitária.

Juan Guaidó assegurou que voltará à Venezuela, depois de ter desafiado a ordem judicial que o impedia de deixar o país. "Não assumi este compromisso [como presidente autoproclamado] para exercê-lo em um lugar que não seja a Venezuela, sendo assim nos vemos em Caracas muito em breve", disse o líder opositor de 35 anos, em um vídeo que dirigiu aos venezuelanos, divulgado em sua conta no Twitter.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse ao canal de TV ABC News que Guaidó terá que enfrentar a Justiça no país, pois o opositor havia sido proibido de deixar o país e deveria ter respeitado a lei venezuelana.