Topo

Cannes: Diretor de filme sobre Senna conta vida de Maradona em documentário

2019-05-19T11:39:10

19/05/2019 11h39

Depois do filme "Rocketman", que contou essa semana em Cannes a vida do cantor Elton John, esse domingo (18) a Croisette recebe outra estrela homenageada nas telonas: o craque argentino Diego Maradona. Um novo documentário sobre a vida do jogador de futebol é projetado fora da competição, em uma sessão especial.

Depois do filme "Rocketman", que contou essa semana em Cannes a vida do cantor Elton John, esse domingo (18) a Croisette recebe outra estrela homenageada nas telonas: o craque argentino Diego Maradona. Um novo documentário sobre a vida do jogador de futebol é projetado fora da competição, em uma sessão especial.

Enviado especial a Cannes

Esse não é o primeiro filme sobre Maradona. O diretor Emir Kusturica já havia feito um documentário sobre o bad boy dos gramados, que também foi apresentado em Cannes, em 2008. Além disso, Paolo Sorrentino chegou a homenagear o craque em Youth.

Mas o filme exibido em Cannes às 23h deste domingo (18h em Brasília) tem uma série de particularidades. A primeira é que ele foi construído a partir de 500 horas de imagens inéditas sobre o ex-jogador. As cenas foram fornecidas pelo próprio craque, que apoiou o projeto do início ao fim.

Além disso, mesmo se fala da infância daquele que iria se tornar "El Pibe de Oro", o filme começa a se interessar por Maradona nos anos 1980, com destaque para a passagem do jogador pelo Nápoles, quando ele se tornou uma estrela mundial. A narração também passa pelo Mundial de 1986 e os problemas com as drogas do início dos anos 1990.

Seguindo os passos de Senna

O documentário, intitulado apenas "Diego Maradona", foi realizado pelo respeitado diretor de cinema britânico Asif Kapadia, o mesmo que ganhou vários prêmios com "Amy", filme sobre a vida da cantora britânica Amy Winehouse. O cineasta também assinou "Senna", sobre o corredor brasileiro da Fórmula 1 Ayrton Senna. Em entrevista à imprensa antes da projeção, Kapadia disse que gostaria de completar sua trilogia de "gênios célebres precoces", mas que dessa vez preferiu falar sobre alguém ainda vivo.

Maradona deveria assistir a projeção do filme em Cannes. Mas em razao de uma lesão no ombro, o ex-jogador não estárá presente.

"Maradona" é projetado em Cannes no mesmo dia em que o Festival homenageia outra personalidade polêmica: o ator francês Alain Delon, que recebe a Palma de Honra por sua carreira.

Mais Notícias