Topo

Nacionalidade francesa é considerada a melhor do mundo em índice de qualidade

22/11/2019 14h56

Pelo oitavo ano consecutivo, a nacionalidade francesa foi apontada como a que oferece mais benefícios, de acordo com o Quality of Nationality Index (QNI).

Pelo oitavo ano consecutivo, a nacionalidade francesa foi apontada como a que oferece mais benefícios, de acordo com o Quality of Nationality Index (QNI).

No ranking das melhores nacionalidades do mundo, os franceses continuam sendo os reis. De acordo com o índice de qualidade da nacionalidade de Kälin e Kochenov (QNI) relativo ao ano de 2018, a nacionalidade francesa se consagrou como a melhor do mundo pelo 8° ano consecutivo.

Para chegar a essa conclusão, os autores do estudo se basearam em vários critérios, como paz e estabilidade, poder econômico, desenvolvimento humano e liberdade para viajar ou trabalhar no exterior.

Com uma pontuação de 83,5%, os franceses ficaram à frente dos alemães e holandeses, com 82,8%, e da Dinamarca, que ocupa uma posição a menos em relação ao ano anterior, com 81,7%.

O estudo reserva várias surpresas, já que a França acabou sendo posicionada à frente de muitas outras grandes potências. O Reino Unido ocupa o oitavo lugar na lista, com uma pontuação de 80,3%. Mesmo se o país ganhou três posições em relação ao ano anterior, ele deverá cair nos próximos rankings por causa do Brexit, destacaram analistas da agência Bloomberg.

Além disso, a nacionalidade norte-americana ocupa apenas o 25º lugar (70% na pontuação geral), atrás da Bulgária ou da Croácia.

Um passaporte forte

Outras grandes potências também foram analisadas durante a classificação. A China ocupa o 56º lugar com uma pontuação de 44,3%, e conquistou quatro posições.

Enquanto isso, a Rússia ocupa a 62ª posição (42%) e subiu duas posições em relação ao ano anterior. Entre os últimos da classe, encontramos, sem surpresa, a Somália em 159º lugar (13,8%), atrás do Afeganistão (15,4%), o Sudão do Sul (15,9%), a Síria (16,8%) e o Iêmen (17,2%).

Notícias