PUBLICIDADE
Topo

Flórida registra novo recorde de contaminação por coronavírus em 24h nos EUA

27/06/2020 16h51

Quase 10.000 novos casos de Covid-19 foram diagnosticados em menos de 24 horas na Flórida, um novo recorde para esse estado do sul dos Estados Unidos afetado por um surto de coronavírus, principalmente entre pacientes jovens.

Quase 10.000 novos casos de Covid-19 foram diagnosticados em menos de 24 horas na Flórida, um novo recorde para esse estado do sul dos Estados Unidos afetado por um surto de coronavírus, principalmente entre pacientes jovens.

O "Sunshine State" registrou 9.585 novos pacientes e 24 mortes em um dia, um número sem precedentes desde o início da pandemia, segundo estatísticas das autoridades locais de saúde.

A Flórida está enfrentando uma "verdadeira explosão" da doença entre os jovens que, graças à flexibilização da quarentena, desde o início de junho, voltaram às praias e à vida noturna, reconheceu o governador do estado norte-americano, Ron DeSantis.

A idade média das pessoas infectadas agora é de 33 anos, contra uma média de 65 anos, há dois meses.

Rebote

O governador republicano da Florida, que havia adotado medidas iniciais de contenção, decidiu na sexta-feira suspender o consumo de álcool em bares.

Seu colega texano, também enfrentou um aumento preocupante no número de casos em seu estado, também ordenou o fechamento de bares e reduziu a capacidade de restaurantes para 50%, contra 75% desde 12 de junho.

 Na noite de sexta-feira, ele se arrependeu de ter permitido que os bares tivessem reaberto cedo demais. "Se pudéssemos voltar e começar tudo de novo, provavelmente seria necessário diminuir a abertura dos bares, porque o vírus se espalha rapidamente", disse Greg Abbott. "As pessoas vão lá para se aproximar, beber e socializar, uma receita perfeita para o novo coronavírus", disse ele.

 O Texas é um dos primeiros estados norte-americanos a reabrir sua economia. A partir de 1º de maio, restaurantes, shopping centers, cinemas e lojas puderam reabrir com capacidade reduzida.

 Na sexta-feira, a cidade de San Francisco, Califórnia, por sua vez, anunciou uma "interrupção" na flexibilização do isolamento. Cabeleireiros, barbeiros, bares ao ar livre que deveriam reabrir na segunda-feira vão esperar, disseram as autoridades.

 Mais da metade dos estados norte-americanos, especialmente no sul e oeste do país, atualmente passam por um aumento no número de casos de coronavírus, enquanto a situação continua melhorando no nordeste, que foi a região mais afetada há dois meses.

(Com informações da AFP)

Notícias