PUBLICIDADE
Topo

Diego Maradona morre aos 60 anos de parada cardiorrespiratória

25/11/2020 13h48

Aos 60 anos, um dos maiores jogadores da história do futebol morreu nesta quarta-feira (25) de parada cardiorrespiratória na sua casa no Tigre, município na província de Buenos Aires, local que escolheu para a sua recuperação, depois de receber alta, na semana passada, após uma cirurgia para retirar um hematoma subdural na cabeça. Maradona também se tratava da abstemia de bebidas alcoólicas.

Aos 60 anos, um dos maiores jogadores da história do futebol morreu nesta quarta-feira (25) de parada cardiorrespiratória na sua casa no Tigre, município na província de Buenos Aires, local que escolheu para a sua recuperação, depois de receber alta, na semana passada, após uma cirurgia para retirar um hematoma subdural na cabeça. Maradona também se tratava da abstemia de bebidas alcoólicas.

Márcio Resende, correspondente da RFI em Buenos Aires

Após a parada cardíaca, nove ambulâncias foram ao local para tentar socorrê-lo, mas ex-campeão do mundo em 1986 não resistiu.

Na Argentina, respira-se um silêncio de incredulidade, prévio ao estado de comoção que fãs começam a demonstrar.

"Tenho uma dor profunda que não posso explicar. Foi uma parte da minha vida. Era parte das vidas de todos os argentinos", disse comovido César Luis Menotti, ex-treinador, campeão em 1978.

O governo argentino vai decretar luto nacional.