PUBLICIDADE
Topo

Covid 19: pandemia já matou mais de 2 milhões de pessoas no mundo

15/01/2021 17h35

A pandemia já matou mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo desde sua descoberta na China em dezembro de 2019, de acordo com uma contagem feita pela AFP a partir de relatórios oficiais fornecidos pelas autoridades nesta sexta-feira (15).

A pandemia já matou mais de 2 milhões de pessoas em todo o mundo desde sua descoberta na China em dezembro de 2019, de acordo com uma contagem feita pela AFP a partir de relatórios oficiais fornecidos pelas autoridades nesta sexta-feira (15).

No total, 2.000.066 mortes foram registradas, para mais de 93 milhões de casos notificados. Os países com maior número de óbitos são os Estados Unidos (389.581), seguidos do Brasil (207.095) e da Índia (151.918).

Esses números são subestimados globalmente. Baseiam-se em relatórios diários das autoridades nacionais de saúde, sem incluir reavaliações feitas a partir de bases estatísticas.

Vacinas: atrasos na entrega

O laboratório americano Pfizer confirmou nesta sexta-feira que as entregas de vacinas fora dos Estados Unidos vão desacelerar no final de janeiro e início de fevereiro, momento de modificar o processo de fabricação e, assim, aumentar o índice para as semanas seguintes.

De acordo com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, a Pfizer garantiu à UE que as doses prometidas no primeiro trimestre serão entregues conforme planejado. A França terá que "ajustar o ritmo de vacinação" por causa da "queda acentuada" esperada nas entregas.

OMS quer mais sequenciamento

O comitê de emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu à comunidade internacional que amplie o sequenciamento do genoma das variantes do novo coronavírus, mais contagiosas e que suscitam temores de um ressurgimento da pandemia.

A entidade disse que se opõe "por enquanto" à introdução de certificados de vacinação como condição para permitir a entrada de viajantes internacionais em um país.

O chefe da OMS espera que nos próximos cem dias as campanhas de vacinação tenham começado em todos os países do mundo. 

35 milhões de pessoas vacinadas

Pelo menos 35,61 milhões de doses de vacinas já foram administradas em todo o mundo, em pelo menos 58 países e territórios, de acordo com uma contagem feita pela AFP a partir de fontes oficiais.

Israel lidera a corrida em proporção à sua população: 23% dos israelenses receberam pelo menos uma dose. Já os Estados Unidos são os primeiros em volume, pois administraram 11,15 milhões de doses a 9,69 milhões de pessoas (2,9% da população).

20.000 chineses em quarentena forçada

A China colocou em quarentena à força mais de 20.000 residentes rurais em um surto de Covid-19, de acordo com a mídia estatal.

E o Reino Unido anunciou que iria impor a partir de segunda-feira, além do teste negativo para Covid-19, a quarentena a todos os viajantes que chegassem do exterior, encerrando as isenções concedidas a alguns países, para evitar a contaminação pelas novas variantes.

(Com informações da AFP)