PUBLICIDADE
Topo

Justiça indicia ator francês Gérard Depardieu, acusado de estupro

23/02/2021 17h01

O ator francês Gérard Depardieu, acusado de "estupro" e "agressões sexuais" em 2018, foi indiciado. A decisão foi confirmada por fontes próximas do caso e por seu advogado, Hervé Témime, que "lamentou que esta informação tenha sido tornada pública".

O ator francês Gérard Depardieu, acusado de "estupro" e "agressões sexuais" em 2018, foi indiciado. A decisão foi confirmada por fontes próximas do caso e por seu advogado, Hervé Témime, que "lamentou que esta informação tenha sido tornada pública".

O indiciamento aconteceu em dezembro, quando o ator foi interrogado sobre o caso. No entanto, a informação foi divulgada apenas nesta terça-feira (23).

Durante o interrogatório de Depardieu no ano passado, a justiça considerou que existia "indícios graves e concordantes" de que o ator poderia ter cometido os atos denunciados e decidiu indiciá-lo por "estupros" e "agressões sexuais".

O ator de 72 anos, que acompanha o processo em liberdade, "contesta totalmente as acusações", segundo seu advogado. Contactada pela AFP, a advogada da vítima, Elodie Tuaillon-Hibon, pediu que "a privacidade e a intimidade de sua cliente sejam preservadas".

A denúncia foi feita por uma atriz de cerca de 20 anos, que afirma ter sido estuprada em duas ocasiões na casa parisiense do ator, nos dias 7 e 13 de agosto de 2018. Segundo fontes próximas do caso, Depardieu seria um amigo da família da vítima e, ao contrário do que foi dito quando o caso foi revelado, não havia nenhum tipo de envolvimento profissional entre o ator e a vítima.

A queixa foi apresentada logo após a data dos fatos. Mas em junho de 2019 o caso foi arquivado pela Promotoria, alegando que as "inúmeras investigações realizadas" não permitiram à Justiça confirmar as infrações denunciadas. Uma confrontação entre o ator e a atriz chegou a ser organizada. Em agosto de 2020, a jovem conseguir reabrir o processo.

Vida entre cinema e escândalos

Gérard Depardieu é um dos atores mais populares da França e um dos símbolos do cinema francês no exterior. Mas nos últimos anos o astro chamou muito mais atenção pelos escândalos nos quais se envolveu.

Ele foi surpreendido dirigindo embriagado, agrediu paparazzi, e quase foi preso ao urinar dentro da cabine de um avião em um voo entre Paris e Dublin em 2011. Depardieu também ficou famoso por sua "amizade" com Vladimir Putin. Em 2012 o ator disse que iria abrir mão do passaporte francês para adotar a nacionalidade russa.

O escândalo sexual é mais um na lista dos escândalos do ator, mas também mais um na longa lista de casos de agressão sexual envolvendo personalidades francesas, do diretor de cinema Luc Besson ao ex-ministro do Interior Gérald Darmanin, passando pelo ex-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn que em 2014 chegou a ser tema de um filme (Welcome to New York), no qual teve seu papel interpretado por ninguém menos que... Gérard Depardieu.