PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Covid-19: Tóquio e outras três regiões no Japão entram em estado de emergência diante de aumento de casos

Governo japonês declarou nesta um novo estado de emergência em Tóquio e em outras três regiões devido a um aumento dos casos de coronavírus - REUTERS/Issei Kato
Governo japonês declarou nesta um novo estado de emergência em Tóquio e em outras três regiões devido a um aumento dos casos de coronavírus Imagem: REUTERS/Issei Kato

23/04/2021 08h38

O governo japonês declarou nesta sexta-feira (23) um novo estado de emergência em Tóquio e em outras três regiões devido a um aumento dos casos de coronavírus, quando faltam apenas três meses para os Jogos Olímpicos. As restrições entram em vigor no domingo.

"Hoje decidimos declarar um estado de emergência nos departamentos de Tóquio, Kioto, Osaka e Hyogo", anunciou o primeiro-ministro Yoshihide Suga, mencionando o aumento de contágios devido às novas variantes do vírus.

Ao contrário do último estado de emergência, que exigia apenas que os estabelecimentos reduzissem seus horários de abertura, desta vez devem fechar os comércios que vendem álcool, lojas de departamento e alguns shopping centers.

"Temos uma forte sensação de crise", declarou anteriormente o ministro japonês encarregado do combate à pandemia, Yasutoshi Nishimura.

"A menos que adotemos medidas mais fortes do que as adotadas até agora, não vamos conter as variantes que têm um grande poder de infecção", alertou.

Os Jogos de Tóquio foram cancelados no ano passado e em 2021 devem acontecer a partir do dia 23 de julho.

Medidas rígidas, mas nem tanto

O estado de emergência entrará em vigor no domingo e vai durar pelo menos até 11 de maio.

Embora as medidas de agora sejam mais rígidas do que as anteriores, essas disposições continuam muito mais leves do que as ordenadas em outros países no último ano.

De acordo com a imprensa local, essas medidas poderiam ser acompanhadas pela suspensão de algumas conexões ferroviárias e de algumas linhas de ônibus com o objetivo de limitar a circulação, já que vão coincidir com o feriado da "Golden Week" - no qual muitos japoneses aproveitam para viajar.

As autoridades dos departamentos afetados também poderiam proibir a presença de público nos eventos esportivos, mas os responsáveis destacaram que essas medidas de emergência não vão impactar a organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em março a organização anunciou que o evento não teria espectadores estrangeiros.

Internacional