PUBLICIDADE
Topo

Em documento vazado à imprensa, Nestlé admite que maioria de seus produtos não é saudável

01/06/2021 09h02

Em uma apresentação interna dirigida a executivos seniores da Nestlé, a empresa suíça reconhece que mais de 60% de seus produtos e bebidas não correspondem à definição de "saudáveis" e que "algumas de nossas categorias nunca serão saudáveis". A informação foi interceptada pelo Financial Times, segundo o site do jornal Le Figaro desta terça-feira (1).

Em uma apresentação interna dirigida a executivos seniores da Nestlé, a empresa suíça reconhece que mais de 60% de seus produtos e bebidas não correspondem à definição de "saudáveis" e que "algumas de nossas categorias nunca serão saudáveis". A informação foi interceptada pelo Financial Times, segundo o site do jornal Le Figaro desta terça-feira (1).

Depois desse "vazamento", a gigante alimentar declarou estar trabalhando em uma nova estratégia para seus produtos.

Na apresentação destinada à chefia da empresa, a Nestlé, proprietária de marcas como os chocolates Smarties e Crunch, diz que apenas 37% dos seus produtos e bebidas obtêm uma classificação superior a 3,5 estrelas em um sistema de classificação que vai até 5 estrelas, explica Le Figaro. A pontuação de 3,5 estrelas é considerada boa para saúde neste sistema desenvolvido para orientar o consumidor em suas compras.

Os 60% evocados pelo documento se restringem a uma parcela dos produtos, de acordo com o Financial Times. Ela não inclui os alimentos infantis, rações para animais de companhia, café ou nutrição médica. Na prática, segundo o documento, esse valor de 60% diz respeito a "apenas cerca de metade" das suas atividades em termos de volume de negócios.

Alternativas vegetarianas

Enquanto os consumidores estão se afastando de pizzas congeladas, doces e bebidas excessivamente açucaradas, o grupo suíço lançou uma grande reorganização de suas atividades há cinco anos, com foco em alternativas vegetarianas para carne e leite.

Com essa guinada seguindo as grandes tendências de consumo, a Nestlé tenta revigorar a marca. Segundo o Financial Times, a empresa "estuda novos compromissos em relação à nutrição", com um novo plano a ser anunciado este ano.

Um porta-voz do grupo confirmou à AFP que "a Nestlé está trabalhando em um projeto para toda a empresa" para atualizar sua estratégia de nutrição e saúde.

O grupo destacou seus esforços nas últimas duas décadas para reduzir o teor de açúcar e sódio. Esses índices caíram notavelmente "em cerca de 14%-15% nos últimos sete anos", segundo a empresa.