PUBLICIDADE
Topo

Prefeitos de Roterdã, na Holanda, e de Grigny, ao sul de Paris, são eleitos melhores de 2021

17/09/2021 12h02

Ahmed Aboutaleb, prefeito da cidade holandesa de Roterdã, e Philippe Rio, prefeito de Grigny, subúrbio ao sul de Paris, foram eleitos pela Fundação City Mayors nesta semana como melhores prefeitos do mundo em 2021. O desempenho no combate à pandemia foram pontos de destaque na administração dos premiados. 

Ahmed Aboutaleb, prefeito da cidade holandesa de Roterdã, e Philippe Rio, prefeito de Grigny, subúrbio ao sul de Paris, foram eleitos pela Fundação City Mayors nesta semana como melhores prefeitos do mundo em 2021. O desempenho no combate à pandemia foram pontos de destaque na administração dos premiados. 

Ahmed Aboutaleb é, na Europa, um dos prefeitos mais respeitados e com mais tempo no cargo. Ele foi eleito em 2009 e está no seu terceiro mandato à frente de Roterdã, cidade que tem registradas pelo menos 175 nacionalidades diferentes. Além de ter sido eleito o primeiro prefeito muçulmano de uma grande cidade europeia, ele já era respeitado internacionalmente e considerado um pacificador de ânimos entre comunidades religiosas.

Por exemplo, quando o mundo estava chocado com o ataque terrorista na redação do jornal francês Charlie Hebdo, em 2015, Aboutaleb viajou por vários países do mundo, a convite de governos, para promover o diálogo entre cristãos, muçulmanos e comunidades civis. A chacina na redação em Paris foi provocada pela publicação de uma charge considerada ofensiva ao profeta Maomé.

Durante um dramático momento no início de 2021, quando foi anunciado o lockdown na Holanda e que atos de vandalismo e saques foram registrados em várias cidades, incluindo áreas de Roterdã, Aboutaleb foi atrás dos jovens envolvidos para buscar diálogo com suas as famílias, para discutir sobre o que estava por trás da atitude dos saqueadores. 

Para a fundação City Mayors, que o elegeu, esta foi uma prova de genuína capacidade de liderança, de maneira que a população pôde se sentir protegida e amparada. Aboutaleb, por sua vez, se diz extremamente honrado pela distinção e garante que vai continuar seu trabalho para tornar Roterdã sempre digna de se morar, visitar e trabalhar.

A população de Roterdã o considera como "o pai de uma grande família" e o prefeito goza de um índice de 80% de popularidade.

Inclusão social e meio ambiente

Já o francês Philippe Rio administra uma das cidades mais pobres da França, um subúrbio ao sul de Paris, e foi premiado por ser considerado um visionário e, ao mesmo tempo, pragmático. Para desenvolver os seus planos para a cidade, ele se utiliza dos princípios da igualdade, liberdade e fraternidade para combater a pobreza e promover a inclusão social.

O prefeito é defensor das artes e da cultura e conseguiu recentemente fundos substanciais para a abertura de espaços culturais, para maior apoio às mães solteiras e para a implementação de projetos afim de criar oportunidades de emprego para os jovens e adolescentes. O que ele deseja, em suas palavras, "é eliminar as causas estruturais da pobreza e desigualdade em Grigny e que, na próxima década, a energia de Grigny seja 80% gerada por fontes renováveis".

Valorização do humanismo

A City Mayors Foundation é um think tank internacional, com sede em Londres, que desde 2003 pesquisa, observa e dá consultoria gratuita a respeito de governabilidade e gestão urbana. A eleição é global e ocorre a cada dois anos. Dela podem participar prefeitos de qualquer centro urbano do mundo e, em outra categoria, líderes de comunidades pequenas que realizem projetos para o bem comum. 

No caso do prefeito social-democrata, Ahmed Aboutaleb, a avaliação foi baseada em vários aspectos, entre eles "a condução de uma administração municipal que tenha como essência a promoção da paz, da liberdade, da justiça social e da valorização do humanismo."

"O prefeito trata todos os moradores da cidade como um 'rottermer', ou seja, um cidadão nato de Roterdã, sem distinção de origem étnica, e que precisa ser integrado, incluído na comunidade municipal. É um dirigente com uma liderança marcante", concluíram os observadores da City Mayors.

No caso do prefeito de Grigny, o que mais chamou a atenção do júri foi o esforço de Philippe Rio no campo da educação, que ele garante ser "o melhor e único caminho para a saída da pobreza".

Este ano, a fundação City Mayors buscou perfis entre prefeitos que "procuraram nas suas administrações tornar suas cidades mais verdes, mais desenvolvidas socialmente e consideraram as questões ambientais como prioritárias, apesar dos desafios para enfrentar a Covid-19".