PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Fase "crucial" da reconstrução da catedral de Notre Dame é concluída; restauração vai começar

18/09/2021 11h50

A fase de proteção e consolidação da catedral de Notre Dame de Paris, devastada há mais de dois anos por um incêndio, foi concluída e passou para a etapa de restauração, anunciaram as autoridades neste sábado (18).

A fase de proteção e consolidação da catedral de Notre Dame de Paris, devastada há mais de dois anos por um incêndio, foi concluída e passou para a etapa de restauração, anunciaram as autoridades neste sábado (18).

"As obras de proteção e consolidação da catedral, que começaram em 16 de abril de 2019 (um dia depois do incêndio), foram concluídas de acordo com o calendário previsto", anunciou em um comunicado a instituição pública encarregada de sua conservação. "A catedral está agora completamente segura" após esta fase, completou o texto.

Para comemorar o avanço, a esplanada em frente ao prédio será excepcionalmente aberta ao público neste fim de semana, marcado pela Jornada do Patrimônio na França - quando icônicas construções e monumentos franceses, como o Palácio do Eliseu, abrem as portas para os visitantes.

"A catedral está sólida sobre seus pilares, suas paredes estão sólidas, tudo está firme. Portanto, podemos seguir no objetivo de 2024", assegurou o general Jean-Louis Georgelin, presidente da instituição encarregada da reconstrução da catedral. "Estamos determinados a ganhar essa batalha de 2024, a reabrir a nossa catedral. Será uma honra para a França e nós faremos isso, porque estamos todos unidos em torno deste objetivo", insistiu.

Objetivo de 5 anos será parcialmente atingido

O arquiteto-chefe dos Monumentos Históricos da França, Philippe Villeneuve, celebrou "uma etapa crucial" atingida. "Já antecipamos obras de reconstrução para a segurança [do prédio]", apontou.

O presidente Emmanuel Macron prometeu que a catedral seria reconstruída em cinco anos, para estar pronta antes dos Jogos Olímpicos de Paris. Mas as obras não terminarão neste prazo. O monumento deve voltar a receber público em 16 de abril de 2024, quando está programada a primeira missa na nave central - exatamente cinco anos após a tragédia.

A parte traseira da catedral gótica, conhecida no mundo inteiro, foi seriamente atingida pelas chamas, que chegaram a causar risco de desabamento da estrutura, do século 12. O telhado inteiro virou fumaça.

Próxima etapa: restauração

O célebre órgão da catedral foi desmontado para limpeza e suas peças foram enviadas para artesãos em toda a França, para reparação. O instrumento deve ser montado novamente em outubro de 2023.

Licitações serão abertas para selecionar as empresas que se encarregarão da restauração do prédio, enquanto "uma campanha de limpeza profunda das paredes internas e do piso da catedral começará neste mês", antecipou Georgelin.

Com informações da AFP