PUBLICIDADE
Topo

73º Emmy: Netflix brilha com "The Crown", que leva prêmio de melhor série dramática

20/09/2021 05h49

A Academia de Artes e Ciências Televisivas revelou neste domingo (19) os vencedores da 73ª edição do Emmy. Os indicados ao "Oscar da televisão" puderam participar da cerimônia presencialmente, ao contrário do ano passado, quando o evento foi virtual devido à pandemia de Covid-19.

A Academia de Artes e Ciências Televisivas revelou neste domingo (19) os vencedores da 73ª edição do Emmy. Os indicados ao "Oscar da televisão" puderam participar da cerimônia presencialmente, ao contrário do ano passado, quando o evento foi virtual devido à pandemia de Covid-19.

Cleide Klock, correspondente da RFI em Los Angeles

Pela primeira vez, a Netflix foi a grande vencedora do Emmy, enquanto nas categorias de interpretação, novamente, só atores e atrizes brancos ganharam estatuetas. Na semana passada, já havia acontecido parte da premiação técnica.

Neste domingo, cerca de 100 prêmios, divididos em 28 categorias, foram anunciados durante mais de três horas de show. Mas houve poucas surpresas e a cerimônia foi morna.

Os grandes vencedores foram "The Crown", que retrata a saga da família real britânica, agraciada na categoria de melhor série de drama, além de levar outras seis estatuetas, incluindo os prêmios de direção, roteiro e melhor atriz para Olivia Colman, que interpreta a Rainha Elizabeth II. Esta foi a primeira vez que a gigante do streaming Netflix venceu nessa categoria.

44 estatuetas para a Netflix

Ao todo, pela primeira vez na história, a Netflix arrematou 44 estatuetas. Levou também o prêmio de melhor minissérie com "O Gambito da Rainha", que além da distinção principal ganhou a de melhor direção.

Já na categoria de comédia, "Ted Lasso" foi o grande vencedor com quatro estatuetas, incluindo a de melhor série e de ator para Jason Sudeikis, que interpreta o personagem principal. Mas tanto a categoria de comédia quanto a de minissérie dividiram a recompensa com outras produções. A comédia "Hacks" mostrou sua força com três prêmios, entre eles o de direção.

Já as estatuetas de interpretação de minissérie foram para "Mare of Easttown", com Kate Winslet agraciada como melhor atriz. Depois de "O Gambito da Rainha" ganhar como melhor minissérie, muitas pessoas lamentaram a escolha nas redes sociais, já que tanto "I May Destroy You" quanto "Mare of Easttown" concorriam como favoritas.

Cerimônia presencial

A cerimônia não ocorreu no auditório fechado do Microsoft Theater, como acontecia antes da pandemia de Covid-19. Desta vez, ela foi realizada em uma imensa tenda montada no centro de Los Angeles, embora tenha sido divulgado que o evento seria ao ar livre.

Fechada e com teto, a tenda contava com uma abertura apenas em um dos lados. A instalação foi criticada pelo ator Seth Rogen logo no início da noite. Ao anunciar o primeiro prêmio, ele afirmou que o evento não estava seguindo os protocolos da Covid-19. Com um riso meio nervoso, que soou como piada, ele declarou: "Há muitas pessoas nesta pequena sala. Disseram que era ao ar livre e não é. Mentiram para a gente! Estamos todos amontoados aqui. Eu não teria vindo se soubesse que era assim".

Todos os 500 convidados tinham que estar totalmente vacinados e testados, mas ao contrário do que dizem as regras da cidade de Los Angeles - que obriga todos a usarem máscaras em locais fechados -, ninguém usou máscara durante a festa. Comparando com outros anos pré-pandemia, o evento foi muito menor já que normalmente participam mais de 4 mil convidados.

Neste ano, uma cerimônia simultânea foi realizada em Londres, onde estavam os indicados locais que não viajaram por causa da Covid-19. 

Discursos sobre diversidade

A 73ª edição do Emmy foi palco de muitos discursos exaltando a diversidade. As mulheres dominaram nas categorias criativas e, pela primeira vez, duas mulheres ganharam direção de comédia e drama: Lucia Aniello, por "Hacks", e Jessica Hobbs, por "The Crown".

A atriz e roteirista negra Michaela Coel recebeu a estatueta de melhor roteiro de minissérie com "I May Destroy You". Porém, nas 12 categorias de atuação, só atores e atrizes brancos conquistaram prêmios. Por isso, a hashtag #EmmysSoWhite (Emmys tão brancos) ganhou força nas redes sociais.

Havia vários atores negros e atrizes negras indicados, mas todos ficaram de mãos vazias. Inclusive o apresentador da festa, o afroamericano Cedric the Entertainer, fez uma brincadeira no início do show prevendo esse cenário, que se confirmou horas depois, com o anúncio dos resultados.

"The Mandalorian", "The Handmaid's Tale", "Lovecraft Country",''Pose" e "Wanda Vision" foram algumas das séries que tiveram muitas indicações e também não levaram nada.