PUBLICIDADE
Topo

Kane Tanaka, conhecida como a pessoa mais velha do mundo, morre aos 119 anos no Japão

25/04/2022 09h26

Uma japonesa reconhecida como a pessoa mais velha do mundo faleceu aos 119 anos, anunciaram nesta segunda-feira (25) as autoridades locais. Kane Tanaka tinha uma saúde relativamente boa e vivia em uma casa de repouso no Japão.

Uma japonesa reconhecida como a pessoa mais velha do mundo faleceu aos 119 anos, anunciaram nesta segunda-feira (25) as autoridades locais. Kane Tanaka tinha uma saúde relativamente boa e vivia em uma casa de repouso no Japão.

Segundo o Guinness, o livro dos recordes, Kane Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 na região de Fukuoka, no sudoeste do Japão. As autoridades japonesas afirmaram que ela faleceu no último 19 de abril em um hospital local. 

Tanaka era conhecida por seu bom humor e por sua queda por chocolate e refrigerantes. Na casa de repouso onde vivia, gostava de acordar às 6h da manhã, disputar partidas em jogos de tabuleiro e resolver problemas matemáticos. Ela também se dedicava à prática da caligrafia.

"Tanaka se tornou uma especialista no clássico jogo de tabuleiro, vencendo com frequência os funcionários da residência", afirmou o Guinness, em 2019. Na época, questionada pelo livro dos recordes sobre em que momento de sua vida foi mais feliz, Tanaka respondeu: "agora".

Mulher de negócios

Na juventude, Tanaka teve vários negócios, incluindo uma loja de macarrão e outra de bolos de arroz. Ela se casou com Hideo Tanaka há um século, em 1922, com quem teve quatro filhos e adotou um quinto.

Em 2021, ela pretendia participar do revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em uma cadeira de rodas. No entanto, as rígidas regras sanitárias estabelecidas pelo governo japonês durante a pandemia de Covid-19 impediram sua presença.

Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira, o governador de Fukuoka, Seitaro Hattori, se disse extremamente triste com a morte de Tanaka. "Planejava encontrá-la no Dia do Respeito aos Idosos deste ano [data comemorada em setembro] e celebrar com seu refrigerante e chocolate preferidos", disse.

De acordo com dados do Banco Mundial, o Japão é o país com a população mais longeva do mundo. Cerca de 28% da população tem 65 anos ou mais. Com a morte de Tanaka, o título da pessoa mais idosa do mundo ficará provavelmente com a religiosa francesa Irmã André, de 118 anos.

O recorde registrado pelo livro Guinness da pessoa que mais viveu até hoje também é de uma francesa: Jeanne Louise Calment faleceu aos 122 anos e 164 dias em 1997. No enanto, a façanha é contestada por dois gerontólogos russos.

(Com informações da AFP