PUBLICIDADE
Topo

Mbappé marca três gols em dia de renovação do contrato com PSG

21/05/2022 18h19

Fim do mistério. O PSG anunciou neste sábado (21) a renovação do contrato do atacante francês Kylian Mbappé até 2025. A festa dos torcedores não poderia ser mais completa com o craque francês marcando três gols na goleada de 5 a 0 sobre o Metz, no encerramento da temporada. A noite no Parque dos Príncipes também foi de despedida de um dos craques do time, Dí Maria, e de comemoração do 10º título do campeonato francês. 

Fim do mistério. O PSG anunciou neste sábado (21) a renovação do contrato do atacante francês Kylian Mbappé até 2025. A festa dos torcedores não poderia ser mais completa com o craque francês marcando três gols na goleada de 5 a 0 sobre o Metz, no encerramento da temporada. A noite no Parque dos Príncipes também foi de despedida de um dos craques do time, Dí Maria, e de comemoração do 10º título do campeonato francês. 

Elcio Ramalho, do Parque dos Príncipes

Antes do início da partida contra o Metz pela última rodada do campeonato francês, o presidente do clube Nasser Al-Khelaifi entrou em campo com o jogador para confirmar a notícia amplamente divulgada pela imprensa francesa durante o dia.

Diante do estádio Parque dos Príncipes lotado, Kylian Mbappé colocou uma camiseta preparada pelo clube com o número 2025, data do término de seu novo contrato. Antes, com o microfone nas mãos, explicou sua decisão de ficar na França e defender as cores do time parisiense.

"Estou muito contente de continuar a aventura, de ficar aqui na França, em Paris, minha cidade. Eu sempre disse que Paris era minha casa. Eu espero continuar a fazer o que mais eu amo, jogar futebol e ganhar troféus com vocês", disse diante de milhares de torcedores em êxtase.

O comunicado oficial do clube não menciona valores, mas segundo a lmprensa esportiva, o Catar, proprietário do clube teria feito uma oferta irrecusável para não deixar escapar o prodígio de 23 anos.

Por outro lado, a decisão de Mbappé foi muito mal recebida na Espanha, onde o jogador era esperado. O francês tinha oferta do Real Madrid, que sonhava em tê-lo em seu ataque. Pelas redes sociais, o presidente do clube merengue chegou a considerar a permanência de Mbappé no PSG como um "insulto ao futebol", justificando a situação econômica do clube francês, que é detido pelo Catar.

Durante todo o longo período de "reflexão", segundo definição do próprio jogador, Mbappé foi cobrado para anunciar seu futuro a partir de 30 de junho, data final deseu compromisso inicial com o PSG. O suspense foi um dos maiores da história do futebol recente.

Mbappé chegou a Paris em 2017, com apenas 18 anos, vindo o Mônaco. Na primeira fase de sua trajetória com o PSG, ele se tornou um ídolo e jogador indispensável, sendo protagonista do ataque, apesar das presenças de Neymar e Messi.

Com a camiseta do PSG ele se tornou o segundo maior artilheiro com 168 gols e 87 assistências em 216 jogos, somando todas as competições, até a partida deste sábado, e ajudou o clube francês a disputar sua primeira final da Liga dos Campeões da Europa, perdida para o Bayern de Munique.

"Estou convencido que aqui posso continuar crescendo em um clube que oferece o que é necessário para atuar em alto nível", acrescentou o jogador ao justificar sua escolha por Paris.

O anúncio da renovação do contrato também fez uma parte da torcida organizada acabar com o protesto que durava várias semanas, em função dos resultados da equipe, principalmente a desclassificação precoce nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

Muitos gols

Em campo, Mbappé mostrou porque se tornou uma peça indispensável para o Paris Saint-Germain. O atacante foi o grande destaque da goleada sobre o fraco Metz por 5 a 0. O placar poderia ainda ser mais elástico se o número 7 não tivesse desperdiçado pelo menos mais duas oportunidades claras de gol. 

O brasileiro Neymar, que chegou ao clube também em 2017 como a transação mais cara da história do futebol, marcou um dos gols. 

A goleada foi completada por Dí Maria, que se emocionou ao comemorar seu gol. O argentino está deixando o clube e foi aclamado pela torcida, celebrando seu último gol com a camisa do PSG em lágrimas.

Ao final da partida, uma homenagem foi feita pelo clube e torcedores para o argentino, que ficou sete temporadas em Paris. Na sequência, uma festa com fogos de artifício e com a presença dos jogadores marcou a conquista da temporada.   

O PSG encerra o campeonato com 86 pontos. O Metz, com a derrota, foi rebaixado para a segunda divisão do futebol francês