PUBLICIDADE
Topo

PSG e Neymar estão preparando o divórcio, afirma jornal francês

30/06/2022 07h21

A imprensa esportiva francesa desta quinta-feira (30) se concentra no futuro de Neymar. Os jornais especulam sobre a sua possível saída do PSG em direção do Chelsea, na Inglaterra. 

A imprensa esportiva francesa desta quinta-feira (30) se concentra no futuro de Neymar. Os jornais especulam sobre a sua possível saída do PSG em direção do Chelsea, na Inglaterra.
 

"O PSG e Neymar preparam o divórcio" é manchete do jornal Le Parisien, para quem o fim da história do craque no clube é agora inevitável. "Cabe a ele encontrar a porta da saída", diz a reportagem. Segundo o jornal, "Neymar não se sente mais à vontade no PSG". 

Ele não pediu oficialmente para ir embora, mas tudo indica que ele não permanecerá na capital francesa. A direção do clube já deu a entender que não está disposta a brigar pela permanência do brasileiro e Neymar já teria compartilhado com pessoas próximas o seu desejo de mudar de time. 

O presidente do PSG, Nasser al-Khelaifi, declarou recententemente ao Le Parisien que "acabou o tempo da ostentação". O clube não parece mais estar disposto a suportar o comportamento de Neymar, seus atrasos para os treinos e seu modo de vida boêmio, incompatível com o de um esportista de alto nível. Além disso, "os hábitos pouco profissionais do número 10 encorajam outros jogadores a desrespeitarem as regras do clube", salienta a matéria. 

Le Parisien afirma que Neymar já percebeu que o PSG está entrando em uma nova fase, a era de Kylian Mbappé. "Ele não tem hoje o maior salário do PSG e não teria acolhido essa notícia com um grande sorriso", diz a matéria. Por isso, vale mais deixar logo o clube, mesmo que Neymar continue desmentindo fake news nas redes sociais, reitera o diário.

Possível ida para o Chelsea

O jornal L'Equipe destaca que Thiago Silva, ex-companheiro de PSG de Neymar, o convida para integrar a equipe do Chelsea. Em entrevista ao canal TNT Sports, o zagueiro salienta que não está a par das negociações, mas que gostaria de ter o seu amigo por perto. Para L'Equipe, está claro que o PSG não tem mais grandes motivações em manter o seu camisa 10.

O site francês Sports.fr afirma que Neymar se tornou "indesejável" no PSG. A matéria ressalta que o jogador brasileiro não gostou das declarações categóricas de Nasser al-Khelaifi ao jornal Le Parisien, o que não o motiva a permanecer na capital francesa. Por outro lado, o pai de Neymar continua afirmando à imprensa brasileira que o divórcio não ocorrerá neste segundo semestre. 

O presidente do Santos, Andrés Rueda, se disse disposto a "repatriar a estrela da Seleção". Mas, segundo o site Sports.fr, "neste momento, um retorno de Neymar ao Brasil é algo ilusório".