Base brasileira no Haiti não sofre danos em novo terremoto

Leandra Felipe
Da Rádio Nacional
Em Brasília

Apesar do susto, ninguém ficou ferido e não houve estragos na Base Militar brasileira General Bacelar, após o novo terremoto que atingiu o Haiti no começo da manhã de hoje (20). A informação foi dada pelo primeiro-tenente da Força Aérea Brasileira (FAB), Luiz Cláudio Ferreira. No momento do novo tremor, registrado por volta das 6h em Porto Príncipe, capital do Haiti (9h em Brasília), ele estava no hospital de campanha montado ao lado da base.

"Foi uma sensação muito ruim, uma sensação péssima, parecia que a gente estava numa gangorra. A impressão é de que a gente não tem para onde correr. Mas está todo mundo bem aqui na base brasileira onde estou, no hospital de campanha. Aqui não teve nenhum efeito maior", contou o primeiro-tenente.

Luiz Cláudio informou também que não há registro de feridos em decorrência do novo abalo sísmico em Porto Príncipe porque as tropas militares ainda iriam começar a patrulha de rotina. "O terremoto aconteceu muito cedo e as tropas ainda não haviam saído para o centro da capital", explicou.

O tenente não soube precisar quanto tempo durou o tremor, que atingiu 6,1 de magnitude na escala Ricther. "Eu acho que o tremor deve ter durado uns 10 segundos, mas pareceu ter sido de horas para nós que estamos aqui", concluiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos