Embaixadora diz que reconstrução do Haiti pode levar 25 anos

Da AFP

A reconstrução do Haiti após o terremoto da última semana pode levar 25 anos e o balanço dos mortos pode superar os 200 mil, já que a ajuda não chegou à maior parte da população, declarou a embaixadora do Haiti na Espanha, Yolette Azor-Charles.

"Teremos que contar 25 anos", declarou a embaixadora durante a abertura de Fitur, a feira de turismo de Madri, que foi inaugurada esta quarta-feira.

"A princípio eu disse que (a reconstrução) duraria 10 anos, mas quando me dei conta da magnitude do terremoto, pensei que era melhor dizer 15, depois 20, e agora 25 anos".

Yolette disse que deve haver mais de 200 mil mortos porque a ajuda ainda não chegou a muitas localidades.

Uma delegação do Ministério de Turismo haitiano, que viajaria para a Espanha para promover o turismo do país na Fitur, não pôde viajar devido ao terremoto e o pequeno stand do Haiti foi organizado por diplomatas da embaixada na Espanha.

O rei Juan Carlos I da Espanha inaugurou a Fitur com um minuto de silêncio para lembrar as vítimas do terremoto. O rei e sua esposa, rainha Sofia, saudaram calorosamente a embaixadora do Haiti em Madri.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos