UE deve doar 1,2 bilhão de euros para reconstrução do Haiti

Em Bruxelas

A União Europeia (UE) e seus países-membros anunciarão amanhã, em uma conferência de doadores em Nova York, que fará uma contribuição de pelo menos 1,2 bilhão de euros (cerca de R$ 2,7 bilhões) para a reconstrução do Haiti.

O valor exato e a origem dos recursos serão divulgados amanhã, já que "há novas contribuições sendo comunicadas neste momento", declarou Maja Kocijancic, porta-voz da alta representante de Política Externa e Segurança Comum da UE, a britânica Catherine Ashton.

O primeiro objetivo da conferência será assegurar os 3,8 bilhões de euros necessários aos trabalhos de reconstrução e assistência humanitária que serão realizados nos próximos dois anos, destacou a Comissão Europeia (órgão executivo da UE).

Para isso, a delegação europeia anunciará uma contribuição de pelo menos 1,2 bilhão de euros. Mas também insistirá na "necessidade de uma estratégia a longo prazo para os próximos dez anos", o terá um custo calculado de 10 bilhões de euros.

"Reconstruir o Haiti também implica um compromisso de longo prazo" dos doadores, disse Ashton em uma nota, na qual reiterou que a delegação europeia "ressaltará" a importância de um plano econômico de dez anos para a recuperação do país.

A UE, junto a Brasil, França, Espanha, e Canadá, será uma das copresidentes da reunião.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos