Polícia Civil investiga Trip & Fun por suspeita de estelionato

A Trip & Fun, agência de turismo especializada em pacotes de viagem para crianças e adolescentes, está sendo investigada pela Polícia Civil de São Paulo por suspeita de crime de estelionato.

O delegado do 13ª Distrito Policial do bairro de Casa Verde, Celso Corrêa Jr., instaurou ontem (4) inquérito policial após denúncias de clientes da empresa que pagaram por pacotes, mas as viagens não foram realizadas.

Segundo informações veiculadas pela imprensa, pelo menos 600 pessoas não tiveram seus contratos honrados. E esse número pode chegar a 6 mil clientes.

"Temos que investigar, com cuidado, para apurar se houve inadimplemento de contrato ou estelionato. O que é estranho é que a empresa fechou as portas e não encontramos os seus donos, o que pode indicar estelionato", afirmou o delegado.

Dois dos sócios da empresa, Henrico Eisichiel e Vandré Dalrri foram procurados, mas não retornaram.

Um fornecedor da Trip & Fun, que pediu para não ser identificado, afirmou que um dos sócios da empresa alegou que a agência estaria em situação "pré-falimentar". Segundo essa pessoa, esse acionista afirmou que os problemas começaram no ano passado, quando as cinzas de um vulcão chileno interromperam voos para Bariloche.

Outro problema que esse sócio da agência alegou, acrescenta o fornecedor, foi o surto de meningite em Sauípe, litoral Norte da Bahia, que resultou no cancelamento de viagens. Nesses dois casos, a Trip & Fun teve de ressarcir seus clientes e teria ficado sem fôlego financeiro atualmente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos