UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

18/09/2000 - 14h04
Candidatos em Porto Alegre apostam em apoio de caciques



PORTO ALEGRE (Reuters) - De olho no pleito daqui a duas semanas, os candidatos à prefeitura de Porto Alegre estão arregaçando as mangas. Os prefeitáveis estão aumentando os ataques aos adversários e a participação de caciques nas campanhas na reta final da corrida.

Os candidatos contarão com o apoio de políticos de expressão nacional. Estes deverão aterrissar em Porto Alegre para subir no palanque dos candidatos dos seus respectivos partidos ou aliados, tudo em nome da caça ao voto de última hora.

Tarso Genro (PT-PSB-PCB-PCdoB), o líder nas pesquisas, está investindo pesado para ganhar a eleição logo no primeiro turno. Genro já declarou que, agora, os militantes e simpatizantes do PT tiraram o "salto alto" e estão mostrando como se faz campanha em Porto Alegre.

Os chamados "bandeiraços" realizados pelo partido seguem até o próximo dia 29, quando haverá o último comício do PT com a participação do presidente de honra, Luís Inácio Lula da Silva.

Yeda Crusius (PSDB-PPB-PSDC) inaugurou um serviço de telemarketing para melhor atender aos eleitores. Cem linhas telefônicas foram colocadas à disposição para responder às dúvidas e receber as sugestões e críticas dos porto-alegrenses.

Enquanto Genro se empenha para que a decisão ocorra no

primeiro turno, Yeda trabalha pelo segundo. A tucana já anunciou que nas duas últimas semanas de campanha vai investir nos ataques à administração petista em Porto Alegre.

A coligação PDT-PTB-PTN-PMN, encabeçada pelo trabalhista Alceu Collares, também está trabalhando pelo segundo turno. Na batalha por votos, Collares declarou que vai mostrar nos próximos dias, em seu horário de propaganda gratuita, várias irregularidades nas administrações municipais do partido de

Genro.

Para reforçar a campanha, Leonel Brizola participará do comício desta coligação, no próximo dia 27.

Cézar Busatto (PMDB-PL) e Germano Bonow (PFL-PSL-PST) não têm chances de chegar ao segundo turno mas contribuem, indiretamente, para as candidaturas de Yeda e Collares, ao combater a administração do PT em Porto Alegre e estimular a população a votar "contra o continuismo" na prefeitura.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA