UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

21/05/2004 - 18h49
CORREÇÃO-ESTRÉIA-"Viva Voz" usa astros da TV em comédia policial

No texto com título "ESTRÉIA-"Viva Voz" usa astros da TV em comédia policial", favor ler no 9o parágrafo "Alicate (Otávio Martins)", em vez de "Flavinho (Kiko Mascarenhas)". Altera nomes do personagem e do ator.

Segue versão corrigida:

SÃO PAULO (Reuters) - Paulo Morelli, sócio de Fernando Meirelles na produtora O2, toma um caminho bem diferente do diretor de "Cidade de Deus" em seu filme "Viva Voz", que estréia em grande circuito na sexta-feira, em São Paulo.

Longe do universo bandido e trágico de "Cidade de Deus", o diretor conta uma comédia urbana com um elenco de rostos conhecidos da TV.

Duda (Dan Stulbach, o famoso espancador da novela "Mulheres Apaixonadas") anda saindo da linha. Está aplicando um golpe, fazendo um milionário caixa dois.

Além disso, ele está traindo a mulher, a perua Mari (Viviane Pasmanter), com uma de suas funcionárias, Karina (Graziella Moretto, a Roxane do longa "Domésticas" e também a jornalista Marina, de "Cidade de Deus").

O que dará a tacada inicial em toda a rede de intrigas é quando o celular de Duda é acionado acidentalmente durante um encontro com a amante.

Do outro lado da linha está a mulher que, pasmada, ouve tim-por-tim informações da escapada do marido. E junto com a amiga Déia (Betty Gofman), Mari planeja sua vingança, embora esta não seja necessária.

Ela também descobre pela ligação que Karina está mancomunada com Abílio (Luciano Chirolli), o sócio do marido, para desviar todo o suado dinheiro do caixa dois que Duda foi acumulando durante anos.

Dividida entre a alegria de estar vingada e o ódio de ver o marido enganado, Mari decide agir e cruza as ruas de São Paulo, com o celular no viva voz, para não perder um lance dessa tarde de aventuras.

Enquanto isso, entra na trama uma dupla de assaltantes pés-de-chinelo que não causam medo a ninguém -- Alicate (Otávio Martins) e Monstro (Fábio Herford).

Após um relativamente bem-sucedido assalto, o destino faz com que o caminho dos dois se cruze com o de Karina e Duda.

Os quatro acabam no mesmo carro, rumo a uma solução incerta, que inclui uma dupla de policiais vividos por Ernani Moraes e Paulo Gorgulho. É o momento "Pulp Fiction" light do filme.

Com um humor politicamente incorreto, "Viva Voz" tem tudo para cair no gosto popular.

O filme ganhou o prêmio de melhor filme internacional no New York International Independent Film Festival, no ano passado, e mais recentemente o prêmio de melhor montagem no Cine PE -- Festival do Audioviual, no Recife.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA