UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

02/06/2004 - 23h54
Brasil vence Argentina com três gols de pênalti de Ronaldo

BELO HORIZONTE (Reuters) - Com três gols de pênalti marcados --e sofridos-- por Ronaldo, a seleção brasileira derrotou a Argentina por 3 x 1 nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, e assumiu a liderança das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006.

Com 12 pontos após seis rodadas, o Brasil soma agora um ponto a mais que a Argentina.

Desfalcado do meia-atacante Ronaldinho Gaúcho, machucado, o time comandado pelo técnico Carlos Alberto Parreira teve dificuldade na armação das jogadas.

Mas três boas arrancadas do atacante Ronaldo resultaram em pênalti para o Brasil, que, com a vitória, passou a ser a única equipe invicta das eliminatórias.

"Foi ótimo, foi maravilhoso, a torcida correspondeu o tempo todo. Depois do primeiro tempo, eles pressionaram, mas no segundo tempo controlamos o jogo", disse Ronaldo, novo artilheiro do torneio, com seis gols.

Os dois times iniciaram o jogo mostrando muita disposição, mas sem criar chances claras de gol até que Ronaldo fez uma jogada individual pela esquerda e sofreu pênalti de Heinze ao tentar o drible.

O atacante do Real Madrid cobrou e fez o gol, mas o árbitro colombiano Oscar Ruiz mandou voltar porque Kaká e Luis Fabiano invadiram a área antes da cobrança.

Aos 16 minutos, ele chutou de novo e marcou o gol em sua volta ao Mineirão 10 anos depois de ter deixado o Cruzeiro.

O Brasil perdeu oportunidade de ampliar em um cruzamento de Kaká pela direita que Luis Fabiano não conseguiu completar, mesmo estando dentro da área.

A partir daí, a Argentina perdeu uma sequência de bons lances. A zaga brasileira tinha dificuldade em cortar os cruzamentos, e Crespo, de cabeça, e Sorin, frente a frente com Dida, tiveram ótimas chances, mas tocaram para fora.

Com Kaká sobrecarregado na armação e marcado de perto por Mascherano, os brasileiros pouco criaram. A última boa chance do primeiro tempo aconteceu em uma cobrança de falta de Roberto Carlos, que passou perto do gol de Cavallero, aos 34 minutos.

"O time jogou muito espalhado, estávamos mais nervosos que a Argentina, não precisamos disso", disse Parreira sobre o primeiro tempo.

RONALDO DECIDE

Após o intervalo, o Brasil continuava com dificuldade na criação das jogadas e a primeira oportunidade veio com Ronaldo, em um chute forte de esquerda que foi para fora.

Em desvantagem, a Argentina comandava as ações no meio-campo e a torcida que lotou o Mineirão gritava o nome de Alex, do Cruzeiro.

Mas foram os argentinos que mudaram. Aos 16 minutos, entraram Aimar e Saviola nas vagas de González e Rosales, que tinha entrado no primeiro tempo no lugar de Delgado.

Em mais uma boa jogada de Ronaldo, o Brasil fez o segundo gol. Ele arrancou desde o meio campo e foi derrubado dentro da área por Mascherano aos 21 minutos. O atacante do Real chutou rasteiro no canto direito do goleiro e ampliou.

Parreira resolveu mexer no time aos 29 minutos, quando Júlio Baptista e Alex substituíram Juninho Pernambucano e Kaká, respectivamente.

Quando a torcida já gritava "olé", empolgada com as trocas de passes dos brasileiros no meio-campo, a Argentina diminuiu, aos 35 minutos, com Sorin, ex-jogador cruzeirense, aproveitando rebote de uma cabeçada de Crespo na trave. Os argentinos ainda tentaram o empate em chutes de longa distância, enquanto Luis Fabiano perdeu uma chance de cabeça, aos 45 minutos, tocando em cima do goleiro Cavallero.

Já nos acréscimos, Ronaldo foi derrubado pelo goleiro argentino e sofreu seu terceiro pênalti na partida após receber passe de Alex. A cobrança, no meio do gol, o deixou isolado na artilharia das eliminatórias.

No próximo domingo, a seleção brasileira enfrenta o Chile, em Santiago, e não poderá contar com o meia Zé Roberto, que tomou o terceiro cartão amarelo.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA