UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

11/01/2005 - 16h31
Italiano Fabrizio Meoni morre no Dakar

KIFFA, Mauritânia, 11 jan (AFP) - O italiano Fabrizio Meoni, piloto de moto bicampeão do Rali Dakar (2001 e 2002), morreu nesta terça-feira aos 47 anos devido a um ataque cardíaco pós-traumático durante a 11a etapa da edição 2005 da competição, entre Atar e Kiffa.

"Ele sofreu uma queda após o CP2 (segundo posto de controle da especial) às 10h15", informou Etienne Lavigne, diretor da organização. "Enviamos um helicóptero que chegou às 10h36. Ele foi encontrado em situação de parada cardíaca. Infelizmente, 45 minutos de massagens cardíacas não puderam salvá-lo", acrescentou.

Foi o francês David Frétigné quem o descobriu e deu o alerta. Seu corpo foi levado para Atar, informou o organizador.

"Gostávamos dele profundamente, é alguém que marcou muito o Dakar", disse Lavigne. "Era uma pessoa fabulosa, um grande defensor das causas dos pilotos. Estamos todos muito tristes por esta notícia", acrescentou.

Meoni participava pela décima terceira vez e nesta edição 2005 ocupava a segunda colocação na classificação geral. Ele escreveu seu nome na história do motociclismo por suas conquistas esportivas, e também por sua forte personalidade. A última vez que atraiu as atenções foi no sábado, quando acusou a organização de desrespeitar o espírito do rali, com sua nova regra que impõe aos participantes conduzir por um corredor de 6,6 km.

"Não me enquadro mais nesta corrida", declarou Meoni no domingo. "Assim se limita realmente o espírito do Dakar. O Dakar é o deserto, e o deserto significa navegação, realizar seu próprio caminho, escolher sua própia rota. Se querem isso, não há problema. Para mim é a última vez, ficarei contente de ficar em casa", afirmou.

Meoni nasceu no dia 31 de dezembro de 1957, era casado e tinha dois filhos. Um ano depois de anunciar sua retirada, finalmente decidiu competir pela última vez este ano.

"Quando voltei para casa, me dei conta de que ainda tinha vontade", disse antes da largada de Barcelona (nordeste da Espanha). "Esta vez, asseguro, é a última", ressaltou.

Sua morte acontece um dia depois da morte do motociclista amador espanhol José Manuel Pérez, de 41 anos, vítima de uma forte queda na quinta-feira passada, durante a sétima etapa do rali, entre Zouerat e Tichit, na Mauritânia. Há três meses um outro incidente também tirou a vida de um ouro corredor, o motociclista francês Richard Sainct, que perdeu a vida no dia 29 de setembro de 2004 quando disputava o Rali dos Faraós, no Egito.

A morte do tricampeão do Dakar (1999, 2000, 2003) foi um duro golpe para o mundo do motociclismo, que o homenageou nesta edição retirando o número um das inscrições do rali. Entre os mais afetados pela morte do francês estava Meoni, um de seus principais adversários.

"Já vivi momentos parecidos com outros amigos. Não é uma novidade e esse é o problema. Voltamos ao normal. Há uma grande paixão que nos empurra", explicou o italiano.

O toscano é a 22ª pessoa que perde a vida em um Dakar desde sua criação, há 27 anos.

É a primeira vez desde 1992 que mais de um participante morrem no Dacar. Naquele ano, Jean-Marie Sounillac e Laurent Le Bourgeois, a bordo de um carro de assistência, e depois o motociclista Gilles Lalay, morreram durante a prova.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA