UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

25/08/2005 - 17h51
Sebastião Salgado quer colocar o meio ambiente no debate global

MARIA PIA PALERMO

PARQUE INDÍGENA DO XINGU, Mato Grosso (Reuters) - O fotógrafo Sebastião Salgado fez sua estréia num Quarup, uma importante cerimônia indígena que aconteceu no início de agosto, no Alto Xingu. Integrado à vida da aldeia e aos índios, como se fosse um velho convidado, Salgado veio fotografar para seu novo projeto internacional, chamado "Genesis".

"Eu tinha um sonho de vir aqui. O Xingu tem um significado muito grande para minha geração, que viu os relatos dos irmãos Villas Bôas e as grandes reportagens publicadas", disse o fotógrafo de 61 anos, sentado sobre a rede que lhe serviu de cama nos dez dias em que esteve na aldeia waurá, uma das nove etnias da região.

O novo projeto de Salgado representa, de certa forma, um retorno às origens, com o olhar voltado para a natureza, tribos remotas e formas de comunidades antigas, que ele denomina de antropologia planetária. Mas "Genesis" também traz um novo elemento para sua carreira: "Pela primeira vez decidi fotografar outro animal, além do homem", disse em entrevista à Reuters.

De máquina em punho, a harmonia com os animais não tem sido um grande desafio para ele, pois logo sentiu que a aproximação pode ser feita da mesma forma que com os humanos.

"Se você chega na altura deles, eles te aceitam e você pode se aproximar", disse. Com entusiamo, lembra como abordou as tartarugas gigantes em Galápagos. "Se você chegar em pé, elas saem, se você chegar de joelhos, na altura delas, te aceitam."

Com o mesmo carinho fala da baleia franca austral, que fotografou na Península Valdez (Patagônia), ou do albatroz, em Galápagos, locais para onde o projeto já o levou, como a Antártida ou a África (Congo, Ruanda e Uganda), continente para onde voltará depois da passagem pelo Parque Indígena do Xingu.

No fim do mês que vem, ele parte para a Namíbia e seus olhos azuis, e sempre atentos, estarão voltados para os himbas e bushmen, considerado o grupo étnico mais antigo do país.

O projeto está planejado para durar oito anos e deve render livros e exposições.


EM BUSCA DO EQUILÍBRIO

Salgado, que nasceu em Minas Gerais e vive atualmente em Paris, já fotografou a fome na África, os carvoeiros do Centro-Oeste brasileiro, campos de refugiados e migrantes de 43 países que trocaram o campo pelas cidades. Agora, com "Genesis", Salgado quer tentar reconectar essa humanidade com o seu planeta.

"Numa sociedade urbana, em que tentamos nos sentir cada vez mais racionais, nós perdemos o equilíbrio", afirmou. "Vivemos em desarmonia com o universo, como se nós não fôssemos parte dele."

A preocupação com o meio ambiente, que motivou o projeto, já deu frutos no Brasil, onde o fotógrafo criou o Instituto Terra, que está promovendo o replantio de 160 espécies diferentes na região da Mata Atlântica.

Ao mesmo tempo, o atual projeto envolve um programa educacional que será lançado, com a Unesco, em escolas brasileiras em março. "Acho que vai dar certo levar esse assunto à escola. A megadiversidade do planeta é uma questão global. O que se fizer aqui no Xingu, pode se refletir na China", disse.

No meio dos índios, vestidos para o Quarup, a cerimônia dos mortos, Salgado era identificado facilmente com seu chapéu e camisa brancos, maculados pela inevitável poeira da aldeia.

Com calma, buscava o melhor momento e posição, enquanto os índio dançavam, choravam pelos mortos ou, no fim do ritual, lutavam como destemidos guerreiros.

Mesmo enquanto trabalhava, não perdia os movimentos dos que estavam à sua volta e no centro de sua atenção. "Você é um ótimo lutador", disse a um dos índios, que acabara de apresentar passos e movimentos ancestrais, ainda preservados e passados de geração a geração no Xingu.'verfotos|http://diversao.uol.com.br/album/salgado_altoxingu_album.jhtm|VEJA FOTOS DO RITUAL'

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA