UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

30/09/2006 - 18h20
Encontrados destroços de avião sem indícios de sobreviventes

Por Cesar Bianconi

BRASÍLIA (Reuters) - Mais de 24 horas depois de o vôo 1907 da Gol, com 155 pessoas a bordo, ter deixado Manaus e desaparecido do controle dos radares brasileiros, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado que não há indícios de que haja sobreviventes.

"Quero pedir a Deus que os nossos soldados encontrem algum sobrevivente, mas os indícios não são bons", disse Lula a jornalistas no saguão do prédio onde mora em São Bernardo do Campo (SP). Segundo o presidente, as informações foram passadas a ele pelo comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno.

Equipes de resgate enfrentam dificuldades para chegar à área onde a aeronave acidentou-se, em uma remota região do Mato Grosso. Dois militares conseguiram descer em uma área próxima aos restos do avião e estão abrindo uma clareira na vegetação para helicópteros pousarem, afirmaram em nota na tarde deste sábado a Infraero, a Agência Nacional de Avião Civil (Anac) e a Aeronáutica.

Os destroços do Boeing 737-800 foram identificados na manhã deste sábado, a 200 quilômetros do município de Peixoto de Azevedo, norte do Mato Grosso, na divisa com o Pará.

Autoridades não confirmam a notícia de que o avião teria se chocado no ar com uma aeronave menor, um jato executivo Legacy, da Embraer, que conseguiu pousar na Serra do Cachimbo, sul do Pará.

Segundo o ministro da Defesa, Waldir Pires, o acesso ao local é difícil, devido à mata densa. "Estão trabalhando na linha de construir um caminho na mata para chegar ao local. O esforço é chegar lá", disse o ministro por telefone à Reuters, no início da tarde.

De acordo com o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso, Célio Wilson de Oliveira, a operação de resgate das vítimas poderia demorar três dias. Segundo ele, índios da região colaboraram nos esforços de abrir passagem pela mata

A Gol informou em entrevista coletiva neste sábado, em São Paulo, que fornecerá aos familiares das vítimas deslocamento para o local do acidente, pagamento de hotéis e eventuais despesas de velório.

BUSCA POR NOTÍCIAS

Em um hotel de Brasília, familiares e amigos aguardavam ansiosos, desde sexta-feira, notícias sobre os desaparecidos no acidente. "A Gol nos disse que não houve explosão... mas que não podiam dizer se há algum sobrevivente", afirmou Robson Barreto, cujo sobrinho de 29 anos estava no vôo.

O último contato com o avião, que deixou Manaus às 15h35 de sexta-feira (horário de Brasília), ocorreu às 17h. O vôo 1907 deveria ter pousado às 18h12 em Brasília, antes de seguir para o Rio de Janeiro.

De acordo com informações da Aeronáutica passadas à imprensa pela Infraero, no avião Legacy havia cinco pessoas a bordo -- 4 norte-americanos e um brasileiro, que pilotava a aeronave.

Este avião saiu de São José dos Campos, em São Paulo, e rumava para os Estados Unidos, com uma possível escala para reabastecimento em Manaus. O piloto contou à Aeronáutica que viu uma sombra no ar antes do incidente que o obrigou a fazer um pouso forçado.

Em comunicado, neste sábado, a Gol declarou estar "profundamente comovida" com o acidente. A companhia divulgou na madrugada de sábado a lista dos passageiros que embarcaram no vôo 1907. A relação está disponível no site www.voegol.com.br.

(Com reportagem de Marcelo Mota e Guido Nejamkis)

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA