UOL Notícias Notícias
 

16/01/2008 - 10h58

Anac põe inspetor dentro de cabine de piloto para reduzir atrasos

Da Redação
Em São Paulo
A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vai fiscalizar as companhias aéreas TAM, Gol, Varig e Ocean Air com o objetivo de reduzir os atrasos em seus vôos. Entre as medidas, a agência deve colocar inspetores para fiscalizar os vôos dentro das cabines dos aviões.

A operação, chamada Hora Certa, foi lançada nesta quarta-feira, e deve começar a vigorar nos próximos dias. A meta, segundo a Anac, é reduzir os atrasos de mais de uma hora nos vôos domésticos até o mês de julho de 2008. Em seguida, o alvo passará a ser a diminuição dos atrasos acima de 30 minutos.

AÇÕES PROPOSTAS PELA ANAC
Danilo Verpa/Folha Imagem
Objetivo da agência é diminuir atrasos já neste Carnaval
  • fiscalização das oficinas de manutenção das empresas
  • monitoramento da operação de embarque de passageiros
  • organizar movimentação de aviões no pátio dos aeroportos
  • acompanhar vôos, com fiscais dentro dos aviões
  • checar procedimentos operacionais das tripulações
  • monitorar funcionamento dos equipamentos das companhias
  • BRASIL ENTRE OS PIORES
    ÚLTIMAS NOTÍCIAS
    IMAGENS DO DIA
    A inspeção será feita nas diversas áreas das companhias, desde a manutenção, passando pelo check-in, até a fiscalização durante os vôos. Esses vôos serão inspecionados por amostragem, sem conhecimento prévio da empresa aérea, afirmou a agência.

    Em todos os casos, segundo a Anac, serão checados os procedimentos operacionais das equipes e tripulações e também a manutenção e correto funcionamento dos equipamentos das companhias em terra e no ar.

    Ocean Air
    A Anac vai monitorar as empresas aéreas que têm mais de 1% de participação no mercado doméstico brasileiro, ou seja, TAM, Gol, Varig e Ocean Air.

    A Ocean Air será a companhia que terá a fiscalização mais rigorosa, segundo a agência. O objetivo é diminuir os índices de atrasos e cancelamentos de vôos da companhia, que, de acordo com a agência, teve o pior 'Índice de Pontualidade' entre as quatro maiores companhias aéreas do país em dezembro do ano passado: 30%.

    Além disso, segundo dados da Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), nas duas primeiras semanas de janeiro a empresa vem mantendo uma média diária de mais de 40% de vôos com atrasos de mais de uma hora, bem acima dos indicadores das demais companhias aéreas.

    Durante a Operação Hora Certa, pelo menos 40% da frota da Ocean Air terão inspetores da Anac a bordo. Para as empresas TAM, Gol e Varig, o número de aeronaves com inspetores acompanhando os vôos será de no mínimo 20%.

    A expectativa é que os primeiros efeitos positivos da operação sejam sentidos durante o Carnaval. O balanço preliminar de resultados da Operação Hora Certa será realizado na segunda semana de fevereiro.

    Siga UOL Notícias

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    12h09

    0,50
    4,174
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h09

    -0,43
    104.364,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host