UOL Notícias Notícias
 

03/04/2008 - 15h21

Para Lula, não gastar dinheiro do PAC é "fracasso e irresponsabilidade"

Da Redação
Em São Paulo
Depois de o TCU (Tribunal de Contas da União) contestar o balanço de um ano das obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), divulgado pelo Palácio do Planalto em janeiro deste ano, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira que, se em 2010, o governo federal não gastar todo o dinheiro destinado ao programa, será uma "irresponsabilidade" e um "fracasso".

"Nós não temos o direito de chegar ao final de 2010, a Dilma Rousseff for fazer o cálculo e provar que dos R$ 504 bilhões nós gastamos R$ 300 bilhões, R$ 200 bilhões não pode ser gasto porque não havia projeto. Aí será demonstração de fracasso e irresponsabilidade de todo mundo", disse Lula em discurso na Universidade Federal do Rio Grande (RS).

Segundo balanço do TCU, até setembro de 2007, só 12% das verbas destinadas às obras do PAC haviam sido executadas. Já o balanço divulgado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, 86% das obras estavam com o cronograma de execução sem atrasos.

Lula pediu para a população fiscalizar a execução das obras do PAC em cada cidade. "Vocês têm a obrigação de fiscalizar [as obras do PAC] na cidade de vocês. [Acompanhar] se elas estão saindo de verdade, se o prefeito está fazendo o investimento, porque muitas vezes você anuncia o dinheiro, o dinheiro é liberado e a obra não acontece porque aconteceu um problema qualquer no município", afirmou.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,70
    4,120
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h28

    0,26
    110.963,87
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host