UOL Notícias Notícias
 

03/04/2008 - 19h26

Em ato do PAC, governadora tucana é vaiada, e Lula pede "trégua"

Da Redação
Em São Paulo
No ato de lançamento das obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), em Porto Alegre, a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), foi vaiada pela platéia que acompanhava o evento diante do palanque, onde estavam o presidente Luiz Inácio da Silva, ministros, prefeitos e outros políticos do Estado. As pré-candidatas à Prefeitura de Porto Alegre, Maria do Rosário (PT) e Manoela D'Ávila (PC do B), e o atual prefeito, que tentará a reeleição, José Fogaça (PMDB), também estavam no evento.

Yeda, durante seu discurso, foi interrompida várias vezes. "Eu quero dizer que não vou fazer deste ato campanha política", disse a governadora ao presidente.

Lula e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que também estava no evento, abraçaram a governadora. Na seqüência, o presidente pegou o microfone e pediu para que o fato não se repita em outros Estados, onde o programa ainda será lançado, e que são governados por políticos de partidos rivais.

"ESTOU PISANDO EM OVOS"
"Eu ainda tenho que visitar muitos Estados do Brasil. Se a gente transformar o PAC em uma manifestação política partidária, quando é um ato institucional, eu vou ter muita dificuldade para completar as viagens que eu tenho que fazer para o PAC", afirmou Lula.

O presidente ainda disse que não poderá fazer campanha em Porto Alegre. "Quase todos os candidatos são da minha base eleitoral no Congresso. Eu tenho que ter juízo. Eu estou aqui pisando em ovos para não quebrar nenhum", disse antes de negar, mais uma vez, que faz uso eleitoreiro do PAC.

"LULA É MAIOR TEMOR DE PRIVILEGIADOS"
Antes, o ministro da Justiça, Tarso Genro, que já foi prefeito de Porto Alegre pelo PT, havia afirmado em discurso que a oposição tentava impedir a execução do PAC.

"O presidente Lula simboliza neste país o maior temor dos privilegiados. Vocês sabem que tramitam na Justiça deste Brasil ações judiciais para que o PAC não possa ser cumprido? Ações que os nossos adversários estão entrando na Justiça", disse Tarso.


Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,16
    4,193
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    0,47
    106.556,88
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host