UOL Notícias Notícias
 

26/05/2008 - 18h19

Fim da CPMF não derrubou preços de produtos, diz Lula

Da Redação
Em São Paulo
Ao inaugurar em Diadema, no ABCD paulista, um centro de serviços ambulatoriais e de especialidades, nesta segunda-feira (26), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a falar sobre a derrota do governo no Senado, no final do ano passado, quando a prorrogação da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) não foi aprovada.

FIM DA CPMF: "FOMOS TRUNCADOS"

    Para Lula, o fim do tributo não resultou na redução do preço dos produtos. "A verdade é que nenhum empresário reduziu o custo dos produtos que ele vende por conta da CPMF. Se alguém souber de um produto que caiu de preço porque os empresários retiraram o 0,38% me diga, que vai merecer um prêmio", disse Lula.

    Segundo o presidente, o governo "foi truncado" pelos senadores da oposição. "Os senadores da oposição não deixaram passar a CPMF", afirmou.

    Além do prefeito de Diadema, José Fillipi Júnior (PT), que foi tesoureiro da campanha à reeleição de Lula em 2006, participaram da inauguração de um complexo de saúde Diadema a ministra do Turismo, Marta Suplicy, e o ministro da Previdência, Luiz Marinho, que devem concorrer pelo PT às prefeituras de São Paulo e São Bernardo de Campo, respectivamente. Fillipi Júnior não pode mais se reeleger.


    Siga UOL Notícias

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    11h39

    -0,24
    4,166
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h45

    -1,21
    116.963,88
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host