UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA


 

17/11/2004 - 16h12
Estudo revela aumento do uso de antidepressivos por crianças

PARIS, 17 nov (AFP) - Em vários países ocidentais, incluindo o Brasil, Argentina e México, houve um aumento significativo do uso de antidepressivos por crianças, afirma um estudo a ser publicado nesta quinta-feira.

O crescimento foi enorme na Grã-Bretanha, onde os médicos prescreveram 750 mil receitas de psicotrópicos para pacientes com menos de 18 anos em 2002, um aumento de mais de 75% em relação a 2000.

Outras nações com grandes aumentos durante este período, apesar de serem menores que os na Grã-Bretanha, foram Brasil, França, Espanha, Estados Unidos, Argentina e México. Houve menos consumo no Canadá e na Alemanha.

Este estudo foi dirigido por Ian Wong, da Escola de Farmácia da Universidade de Londres e faz parte dos Arquivos de Doenças Infantis, publicados pela British Medical Association.

O aumento menos importante dos nove países estudados foi registrado na Alemanha: 13%, também a 750.000 receitas, durante os três anos. O maior usuário de todos foram os Estados Unidos, com 15 milhões de receitas em 2002.

Estas drogas incluem antidepressivos, estimulantes, antipsicóticos, benzodiazepinas e outros medicamentos contra a ansiedade.

"O uso de medicamentos psicotrópicos para crianças é um problema sanitário mundial", afirma este estudo. "As crianças não são adultos pequenos", insiste.

A medicação para tratar desordens de comportamento ou depressão é uma das questões mais polêmicas da medicina atualmente. Os adversários desta terapia afirma que os psicotrópicos são apresentados por companhias farmacêuticas como solução para problemas de comportamento ou sociais entre crianças que apresentam dificuldades de concentração, hiperatividade, urinam na cama ou são agressivos.

Entretanto, em muitos casos, estas drogas não foram autorizadas para crianças, acrescentam. Os medicamentos são aprovados por autoridades com base na segurança e eficácia em adultos e a dose deve ser reduzida para o uso de crianças.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS   IMPRIMIR   ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA