UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA



 Internacional

09/12/2004 - 15h47
Princesa Masako tenta superar depressão e retomar atividade pública

= (FOTO) =TÓQUIO, 9 dez (AFP) - A princesa Masako, esposa do herdeiro do Trono do Crisântemo do Japão, afetada de depressão há meses, realizou nesta quinta-feira seu 41º aniversário, prometendo voltar a desempenhar suas funções oficiais.

Em um comunicado, a princesa reconheceu que havia "causado inquietação" aos japoneses no último ano devido a sua doença, classificada oficialmente como "dificuldades de adaptação" à vida imperial.

"A provação foi difícil, mas sinto que minha saúde melhora progressivamente graças ao apoio do príncipe herdeiro (Naruhito) e de muitas outras pessoas", afirma este breve texto.

"Retomar totalmente minhas funções pode levar algum tempo, mas tentarei me restabelecer e aparecer sorridente", explicou a princesa, cujas declarações foram transmitidas pelos canais de televisão.

Durante uma entrevista coletiva realizada em maio, o príncipe Naruhito causou polêmica no Palácio Imperial quando acusou implicitamente o protocolo de sufocar sua mulher, que sofria de depressão.

Pouco depois, o Palácio Imperial anunciou que Masako sofria de "dificuldades de adaptação", uma confissão que surpreendeu o público.

"Ao meu ver, Masako parece cansada pelos esforços para se adaptar à vida de membro da família imperial nos últimos anos. É preciso dizer também que sua antiga carreira (de diplomata) e sua personalidade foram de certa forma negadas", declarou o príncipe herdeiro aos jornalistas japoneses e estrangeiros, uma crítica de uma franqueza pouco comum ao protocolo imperial.

Recentemente, a princesa Masako fez discretas aparições em público, acompanhada pela filha e marido. Espera-se também que compareça a alguns eventos tradicionais das festas de final de ano, sugeriu o Palácio Imperial. Entretanto, ainda não está curada e sofre e insônia, segundo seus médicos.

Masako, que fala seis idiomas, além do japonês, renunciou a uma brilhante carreira diplomática para se casar com o príncipe herdeiro da monarquia mais antiga do mundo.

Em 2001, a princesa deu à luz uma filha, Aiko, mas sofre forte pressão de uma parte da opinião pública para que tenha um filho, depois de mais de 11 anos de matrimônio.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA