UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA



 Internacional

17/11/2005 - 17h55
Os códigos misteriosos dos aviões da CIA

ESTOCOLMO, 17 nov (AFP) - A resposta de Washington às denúncias de transporte de prisioneiros supostos de terrorismo por aviões da CIA que teriam feito escala em países europeus "não é satisfatória", declarou nesta quinta-feira o ministro das Relações Exteriores da Islândia, por onde teriam transitado um grande número de aparelhos.

"Na minha opinião, as respostas das autoridades americanas deixam numerosas questões sem resposta", declarou ao Parlamento Geir Haarde, chefe da diplomacia do país.

Para se ter uma idéia, um avião americano supostamente fretado pela CIA e com o número N196D de matrícula pousou quarta-feira em Reykjavik, na Islândia.

Nos Estados Unidos, os números de registro de aviões sempre começam pela letra N, na Grã-Bretanha por G, na França por F, etc.. segundo fontes da aviação civil.

Porém, o número de um aparelho de uma companhia espanhola pode começar por N, se o aparelho for fretado por uma companhia de leasing americana que registrou seus aviões nos Estados Unidos.

Para os especialistas, o número de matrícula permite saber de que avião se trata, qual é seu número de série, e quem foram seus proprietários sucessivos. Alguns bancos de dados disponíveis na internet, como BUCHair, permitam a obtenção destes dados mediante pagamento.

Há alguns dias, a imprensa européia e a americana vem publicando números de aviões, obrigando os governos a investigar e a fornecer explicações.

Foi o jornal islandês Morgunbladid que publicou a informação sobre o avião que pousou na quarta-feira em Reykjavik, um caça CN-235 com matrícula N196D. No total, a imprensa do país nórdico mencionou 67 pousos de aviões da CIA desde 2001.

Na Espanha, onde o governo prometeu "uma transparência total" sobre esse caso, o jornal El Pais, citando um relatório da Guarda Civil, mencionou dois Boeing 747 com matrículas N313P e N4476S e dois Gulfstream N8068 e N85VM.

O proprietário de três dos quatro aparelhos era Stevens Express Leasing, uma companhia citada pelo New York Times no caso das prisões secretas da CIA.

Na Suécia, a agência de notícias TT revelou que um aparelho com matrícula N168BF pousou em 9 de setembro no aeroporto Sturup de Malmö (sul).

Em junho de 2002, um avião com matrícula N50BH teria pousado no aeroporto internacional sueco de Arlanda, perto de Estocolmo, realizando uma escala de 48 horas e seguindo para Keflavik, na Islândia, com 13 passageiros a bordo.

O aparelho, que pertence à companhia Crystal Jet Aviation, foi visto novamente em uma escala em Oslo, na Noruega, em 20 de julho passado, de acordo com a revista norueguesa Ny Tid.

Na Dinamarca, o governo admitiu que no dia 3 de outubro um avião alugado à companhia islandesa Devon Holding & Leasing com matrícula N168D, em procedência de Reykjavik, havia cruzado o espaço aéreo dinamarquês para ir a Budapeste. Cerca de 20 outros aparelhos fizeram o mesmo trajeto.

Esses aviões são suspeitos de transportar supostos terroristas a países onde a prática da tortura é corriqueira.

ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA