UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA



 Internacional

05/05/2006 - 12h00
Fidel Castro é mais rico que a rainha Elizabeth, segundo a Forbes

NOVA YORK, 5 mai (AFP) - O presidente Fidel Castro, com uma fortuna de 900 milhões de dólares, é o chefe de Estado não-monárquico mais rico do mundo, ficando à frente das rainhas da Inglaterra e da Holanda, segundo estimativas da revista americana Forbes difundida nesta sexta-feira. A lista dos dez chefes de Estado mais ricos do mundo é ocupada por oito reis e dois presidentes: Fidel, que ocupa o sétimo lugar, e o guineano Teodoro Obiang, que aparece em oitavo.

Lidera a lista o rei saudita Abdullah Bin Abdulaziz (21 bilhões de dólares), seguido pelo sultão de Brunei (20 bilhões) e vários monarcas de países do Golfo.

No final da lista estão a rainha Elizabeth da Inglaterra (500 milhões de dólares) e rainha Beatrix da Holanda (270 milhões), enquanto que Albert I de Mônaco ocupa o sexto lugar, com uma fortuna estimada em um bilhão de dólares.

"Fidel Castro, comandante desde 1959. Estimamos sua fortuna com base em seu poder econômico e uma rede de companhias estatais que incluem o Palácio das Convenções, um centro de convenções perto de Havana, Cimex, um consórcio varejista, e a Medicuba, que vende vacinas e outros produtos farmacêuticos", afirma a Forbes.

"Antigos funcionários cubanos que vivem nos Estados Unidos afirmam que Fidel, que viaja exclusivamente numa frota de Mercedes, fica com todos os lucros dessas companhias", acrescenta a revista, destacando que o presidente cubano insiste que "sua fortuna pessoal é zero".

A Forbes afirma ter sido "conservadora" na hora de calcular a fortuna de Fidel e não ter levado em conta os "rumores" sobre "contas bancárias na Suíça".

Quanto a Obiang, Forbes atribui um crescimento astronômico de sua fortuna à descoberta de petróleo, em 1995, na Guiné Equatorial e denuncia que "pouco dinheiro do petróleo beneficiou os cidadãos".

Sobre a rainha da Inglaterra, a revista diz não ter incluído o Palácio de Buckingham ou as jóias da Coroa entre suas posses pessoais porque estas "pertencem à nação e são apenas confiadas a seu cidadão".

Grupos de Discussão UOL



ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA