UOL Últimas NotíciasUOL Últimas Notícias
UOL BUSCA



 Internacional

30/08/2006 - 17h18
Furacão John derruba árvores e provoca deslizamentos no México

CHILPANCINGO, México, 30 ago (AFP) - A passagem do furacão John, de categoria 4 na escala Saffir-Simpson, pelo Pacífico mexicano causou severas chuvas, arrancou árvores e provocou deslizamentos de terras no estado de Guerrero (sul), enquanto que em Jalisco (leste) foi ordenada a evacuação de 8.000 pessoas em áreas de risco.

A Unidade de Proteção Civil de Guerrero informou à AFP que os danos da passagem do John, a cerca de 180 km das costas desse estado, não são consideráveis e até agora não foram registradas vítimas.

Os maiores danos ocorreram no centro de férias de Acapulco, em Guerrero, onde houve queda de árvores e deslizamentos de terras.

Em Jalisco, cujas costas serão atingidas pelo fenômeno no fim da noite, as autoridades ordenaram a evacuação e a transferência de 900 abrigos para cerca de 8.000 pessoas que vivem em "áreas de alto risco", informou Trinidad López, diretor da Unidade Estatal de Proteção Civil.

López explicou que cerca de 300.000 habitantes de sete localidades da costa de Jalisco serão afetadas pela passagem do John e, por isso, recomendou que a população "fechasse suas portas e janelas e as protegesse com madeira".

As autoridades mexicanas de outros estados da costa do Pacífico mantêm a navegação em alerta por causa das chuvas.

A Cidade do México, afetada por fortes chuvas no último mês, também emitiu um alerta sobre a possibilidade de aumento das tempestades.

O furacão John ganhou força nesta quarta-feira, alcançando a categoria 4, e poderia se fortalecer ainda mais, embora até agora sua trajetória se mantenha afastada das costas, informou o Centro Nacional de Furacões (CNH) americano.

O furacão John, sexto da temporada no Pacífico, era uma tempestade tropical até adquirir o status de furacão na tarde de terça-feira, segundo o Serviço Meteorológico Nacional do México (SMN).

Nos momentos seguintes a tempestade foi subindo na escala Saffir-Simpson, de cinco níveis, até alcançar nesta quarta-feira a categoria quatro.

Na manhã de quarta-feira, o John estava a 185 km ao sudoeste do balneário de Acapulco, movendo-se na direção oeste-noroeste, a 19 km/h.

"Um volume de chuvas de 10 a 20 cm, com totais de 30 cm, são possíveis nas áreas que serão percorridas pela tormenta na costa sul do México", informou o centro de furacões.

"Estas quantidades poderiam provocar inundações repentinas e deslizamentos de lodo nas áreas de terreno montanhoso, ameaçando a vida dos povoados", acrescentou.

Segundo o prognóstico da instituição, as bordas do John poderiam golpear o sul da península mexicana da Baixa Califórnia na sexta-feira.


ÍNDICE DE ÚLTIMAS NOTÍCIAS  IMPRIMIR  ENVIE POR E-MAIL

Folha Online
Reforma visual da Folha facilita a leitura; conheça as mudanças
UOL Esporte
Após fiasco de público, CBF reduz preços de ingressos para partida
UOL Economia
Bovespa reduz ritmo de perdas
perto do fim dos negócios

UOL Tecnologia
Fãs do iPhone promovem encontro no Brasil; veja mais
UOL Notícias
Chuvas deixam quatro mortos e afetam mais de 4 mil no Paraná
UOL Vestibular
Cotista tem nota parecida com de não-cotista aponta Unifesp
UOL Televisão
Nova novela da Record terá máfia e Gabriel Braga Nunes como protagonista
UOL Música
Radiohead entra em estúdio para trabalhar em disco novo
UOL Diversão & Arte
Escritor indiano Aravind Adiga ganha o Booker Prize
UOL Cinema
Novo filme dos irmãos
Coen tem maior bilheteria nos EUA