UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
GUIAS DE RAÇAS | Cães

BORDER COLLIE

Os aficionados pelo Border Collie garantem que ele aprende facilmente e as autoridades no assunto o consideram o cão mais inteligente do mundo, apesar de sua aparência exótica, que passa a imagem de um vira-lata, para quem desconhece o tipo físico da raça. Por conta da sua habilidade como cão de pastoreio, ele trabalha silenciosamente, mas é bom companheiro, superatleta e, numa corrida, vence uma distância grande em pouco tempo.

"Apesar de ser uma raça muito nova e pouco conhecida no Brasil, este cãozinho de médio porte, de pelagem moderadamente longa, lisa e aceitável em todas as cores, tem conquistado muita gente", afirma Marcelo Allonso, do Canil Lord Manske, que define o Border como um animal alerta, tranqüilo e responsável, jamais nervoso ou agressivo. "Além disso, é rápido em seu aprendizado, bom companheiro e convive muito bem com outros cães, mas possui baixa eficiência na guarda", afirma. "Precisa de exercícios periódicos."

O Border Collie é um cão leal, elegante, sensível e reservado com estranhos. Ele adora ficar ao ar livre e em locais espaçosos, onde possa correr e brincar. Quando trancado em um apartamento, sente-se triste e solitário.

"Só não deve ser deixado sozinho com crianças, pois ele as confunde com animais e fica cuidando delas o dia todo. Às vezes, pode até chegar a mordê-las com o intuito de carregá-las para algum lugar", diz Todd Murphy, criador de Border Collie há quatro anos e proprietário do Canil Visconde de Mauá, em São Paulo (SP). "As mordidas não machucam, mas podem assustá-las."

Com os donos, o Border Collie é carinhoso e gentil. Quanto à higiene do cão, Murphy conta que é um animal limpo, que não exige cuidados especiais. "São muito resistentes a doenças".

O Border Collie pode medir entre 40 a 52 centímetros de altura e pesar de 13 a 18 quilos. A pelagem pode ser longa ou curta, sendo bicolor (preto e branco).
 
Lugares espaçosos e ar livre são o que este cão gosta. Quando trancado em apartamentos, sente-se triste e solitário. Tem uma saúde de ferro e, por isso, necessita apenas de cuidados básicos. As doenças genéticas que mais o acometem são displasia do quadril, anomalia ocular e epilepsia. Também há casos de hipotireoidismo e surdez.
CUIDADOS BÁSICOS
Porte: Médio
Origem: Reino Unido

Curiosidade

Inteligente e muito obediente, Border Collies já participaram, só no Brasil, de mais de cem comerciais para TV. Em "Babe - Um Porquinho Atrapalhado" (filme que concorreu a sete Oscars em 1996), é um Border Collie que representa Fly, o cão pastor que vira

História

Cão pastor de origem, o Border Collie foi desenvolvido na Grã-Bretanha por fazendeiros da acidentada região da fronteira entre a Escócia e Inglaterra, no começo do século 19. No Brasil, as primeiras importações ocorreram por volta de 1914, mas antes já havia exemplares nas fazendas de ovelhas do interior do País.


Hospedagem: UOL Host