UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA

Nome

Letícia Rodrigues Gonçalves

Idade

25

Cidade

Birigui

Nome do bicho

Frederico Augusto

Espécie

Gato

Raça

Persa

Idade do bicho

4 anos

Desde quando tem o bicho

4 anos

Frederico estava pirando!

Me chamo Frederico Augusto, tenho 4 anos (1 ano de amargura até conhecer Leticinha, minha dona querida, minha mãezinha, "minha ídola") Vivia num lar meio desorganizado e minha antiga dona começou a ter uns problemas psicológicos, então acabei pirando também, fazia muita pirraça, tipo subir na mesa pra comer presunto. E gatos persas não são criados pra subir em telhado, em muros, não têm vida noturna. Minha antiga dona me salvou me internando em uma clínica, pois lá em casa eu já estava fazendo xixi e cocô na pia.

Fiquei na clínica durante semanas. Respirava aliviado. Aquilo ali pra mim é que era vida. Mas, estava faltando carinho, uma pessoa só pra mim.

Agora entra a minha linda, minha Letícia, que ainda estava cursando a faculdade de Veterinária quando veio até a clínica trazer seu gatinho, o Bruno, pra tratamento, Eu fiquei na minha, só ouvindo. Daí percebi que ela começou a chorar ao saber que o estado geral do Bruno não era bom. Pensei: "Opa, essa é pra mim". Como se numa transmissão de pensamento entre eu e a Andréa (veterinária da clínica que estava tratando de mim), ela perguntou pra Letícia se ela não queria outro gato e contou porque eu estava lá. A Letícia, sem ao menos ter me visto, já disse que sim e, então, foi lá me buscar. Quanta alegria!

Ela olhou pra mim e eu pra ela e logo vimos que tínhamos sido feitos um pro outro.

Ao chegar em sua casa, abismada com o tamanho do meu pêlo, logo foi me levar pro salão de beleza veterinário e ai, quanta frescura, depois de esfregarem, fazem escova em você e ainda passam perfume. Argh! Mas ela adorou.

Então, comecei a concordar com os banhos.

Ela estava para se formar e me levou pra morar com ela em Marília, no apartamento onde morava sozinha. Adorei, afinal, sou gato de apartamento mesmo, além do mais, viajávamos quase todo final de semana pra ver papai e mamãe, dela, claro!

Tudo era uma maravilha. Eu era o seu príncipe, mas ela não sabia que eu era epilético.

Quando viu minha primeira crise, ficou desesperada e logo me levou pro Hospital Veterinário da Faculdade. Fiquei mais fresco que nunca, dormia todas as noites com ela!

Ela se formou e fui morar em Birigui.

Hoje estamos muito felizes, ela me adora muito. Sou modelo fotográfico! Hoje, só tenho a agradecer todo o carinho que temos um pelo outro e o melhor, a sorte de ser "filho" de uma veterinária. Meu tratamento é vip!

Continuo tomando banho, dormindo com ela e, quando ela chega do trabalho, já estou eu lá na porta esperando.

Leticinha, amo muito você. Obrigada por tudo.

Ops, olha ela aqui, querendo esfregar o nariz dela no meu novamente.

Frederiquinho, você é o gatinho mais lindo que apareceu na minha vida.



Hospedagem: UOL Host