UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

14/11/2003 - 12h27

"Migração Alada" é uma homenagem aos pássaros

Da Redação

Cinco equipes com mais de 450 pessoas passaram três anos acompanhando pássaros pelos sete continentes do planeta, viajando por mares, montanhas, mangues, pântanos, geleiras e desertos. Levados por aviões, planadores, helicópteros e balões, eles correram atrás do mais ambicioso projeto do cineasta Jacques Perrin: explorar o mistério dos pássaros em pleno vôo.
Divulgação

Veja fotos de "Migração Alada" e de outras
estréias da semana
. Assista o trailer: 56k - Alta

"Por oitenta milhões de anos, eles têm dominado céus, mares e terra. Toda primavera, voam grandes distâncias. Todo outono, voltam pela mesma rota. Este filme é o resultado de anos seguindo estas impressionantes odisséias, nos hemisférios norte e sul, espécie por espécie, sobre mares e continentes", afirma o fascinado Perrin. Sua admiração pelos pássaros, considerados por ele "as mais incríveis criaturas, assim como as mais cercadas de mistério e poesia", resultou em um impressionante documentário, que estreou no Brasil no dia 14 de novembro.

Jacques Perrin se consagrou com os filmes "Himalaya", sobre a vida e os costumes do povo do Nepal, e "Microcosmos", sobre insetos. Ao filmar "Migração Alada", ele assumiu seu maior desafio: conseguir voar ao lado, acima, abaixo e em frente aos pássaros.

Para isso, Perrin e sua equipe utilizaram novas técnicas de filmagem, além de câmeras desenhadas especialmente para este fim e todos os tipos de máquinas voadoras já construídas pelo homem. O resultado é um belíssimo filme que mostra as maravilhas do mundo, da Torre Eiffel aos mais remotos cantos da Amazônia.

"Sempre vou guardar a lembrança da primeira vez que conseguimos realizar esta façanha. Os cinegrafistas estavam acompanhando os movimentos dos gansos, e com a mão o assistente afastava os que chegavam muito perto da câmera. O filme terminou. Radiantes, com lágrimas nos olhos, eles me olharam, sem palavras, sem movimentos. Os resultados técnicos eram de menor importância, eles haviam estado na confiança dos pássaros em vôo", afirmou Perrin sobre as filmagens.

Mais do que um filme dedicado aos pássaros e seus movimentos de acordo com as estações, "Migração Alada" é uma homenagem a essas criaturas. O documentário reflete a ambição e o fascínio de Perrin, que sonha com uma terra sem fronteiras, como espaço único: "E se aprendêssemos a ser livres como os pássaros?". "Migração Alada" parece ser o mais próximo que o homem chegou disso.

Hospedagem: UOL Host