UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

20/02/2004 - 17h03

Piranha brasileira é encontrada morta no rio Tâmisa

Londres, 20 fev (EFE).- Uma piranha, o peixe de água doce mais feroz do mundo, foi encontrada morta nas águas do rio Tâmisa em Londres, confirmou hoje, sexta-feira, a Agência de Meio Ambiente do Reino Unido.

O exemplar, de uns dez centímetros de comprimento e dentes afiados, apareceu na terça-feira passada, recém-morta, no convés de uma barca.

Aparentemente, o peixe, capaz de atacar qualquer criatura na água, inclusive seres humanos, fora jogado ao Tâmisa por seu dono a mais de 8 mil quilômetros do hábitat natural da espécie, no rio Amazonas.

Paul Hale, diretor do Aquário de Londres, confirmou que se trata de uma 'piranha-vermelha', que não sobreviveu devido às baixas temperaturas do Tâmisa e foi recolhida por uma "gaivota faminta" que a depositou na barca.

A 'piranha-vermelha", uma das mais perigosas, possui uma poderosa mandíbula repleta de dentes muito afiados capazes de arrancar até 16 centímetros de carne humana com uma só mordida leve.

Muitos especialistas sustentam que a fama das piranhas como "devoradora de homens" é exagerada, mas se acredita que um cardume destes ferozes peixes acabou com a vida de cerca de 300 pessoas no naufrágio de um barco em 1981, perto do povoado amazônico de Óbidos, no Brasil.

"As piranhas são habitualmente nervosas e não os ferozes assassinos que as pessoas acham", disse Paul Hale, ao deixar muito claro que banhistas e navegantes não têm nada a temer no rio Tâmisa.

Hospedagem: UOL Host