UOL BichosUOL Bichos
UOL BUSCA
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

23/03/2005 - 12h41

Guarulhos adota uso de chip eletrônico para localizar animais de estimação

Da Redação
Reuters

Chip é do tamanho
de um grão de arroz
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Guarulhos adotou o uso de chip eletrônico para resolver o problema de cães e gatos perdidos. O chip é implantado gratuitamente nos animais que são postos para a adoção. O CCZ também coloca chips em outros animais, mas é preciso pagar uma taxa de R$ 24.

O chip eletrônico é do tamanho de um grão de arroz e contém informações sobre o animal (nome, cor, raça, pelagem, idade, peso e sexo) e o dono (nome, endereço, RG, CPF, telefone e celular).

A aplicação é feita na nuca do animal, com uma seringa descartável. Não é necessário usar anestesia.

O chip funciona como um código de barras e possui um número que vale em todos os países que utilizam esta tecnologia. Para ter acesso aos dados, basta passar um leitor óptico na nuca do animal.

O CCZ de Guarulhos adotou o chip porque considera o sistema mais eficiente do que o RGA (Registro Geral do Animal), já que a cápsula é intransferível, enquanto a coleira do RGA pode ser manipulada.

Mais de 90% dos 400 bichos capturados mensalmente pela carrocinha de Guarulhos têm dono. A prefeitura da cidade realiza feiras mensais para a adoção gratuita de cães e gatos. Segundo a prefeitura, desde 2001 foram doados mais de três mil animais, todos com RGA ou chip eletrônico.

Leia também:

  • China vai implantar microchips em 160 ursos panda de cativeiro
  • Hospedagem: UOL Host